“Lutero colocou a Palavra de Deus nas mãos do povo”, diz papa Francisco

Preto no Branco faz a festa no Rio de Janeiro
14 de outubro de 2016
“Queria levar o Evangelho até o último dia de minha vida e estou cumprindo”, diz Cid Moreira
2 de novembro de 2016

“Lutero colocou a Palavra de Deus nas mãos do povo”, diz papa Francisco

Dias antes do dia oficial de celebração dos 500 anos da Reforma Protestante (31/10), o papa Francisco afirmou na última sexta-feira (28), que Martinho Lutero foi o responsável por facilitar o acesso das pessoas à Bíblia e também elogiou o desejo de mudança que ardia no coração do reformador.

“Lutero deu um passo decisivo, colocando a palavra de Deus nas mãos do povo. A importância das reformas e da Bíblia são dois dos elementos fundamentais nos quais podemos ter um apreço mais profundo ao falar da tradição luterana”, disse Francisco durante uma entrevista à revista católica sueca “Signum”.

Já em outra entrevista ao jornal “Dagens Nyheter”, Francisco afirmou que quer estreitar a relação entre o catolicismo e o protestantismo.

“Precisamos aprender a transcender nossas limitações para nos juntarmos a outras pessoas, se não os cristãos vão ficar prejudicados por nossas divisões. Minha esperança é que poderei dar passos para aproximarmos uns aos outros, para nos aproximarmos aos meus irmãos e irmãs que vivem na Suécia”, afirmou.

Na semana que vem, Francisco irá participar dos atos da Federação Luterana Mundial, na Suécia, referentes aos 500 anos da Reforma.

Francisco revelou que irá participar do ato ecumênico do aniversário da Reforma, realizado na próxima segunda-feira (31), para destacar a mensagem de universalidade. Durante sua ida à Suécia, também irá realizar uma missa, junto à comunidade católica nórdica.

“Mas não quis que fosse nem no mesmo dia nem no mesmo lugar da reunião ecumênica, para manter os dois eventos separados. O encontro ecumênico deve ter sua importância vital no espírito de unidade, esse é também meu espírito”, lembrou.

Ainda na entrevista à “Signum”, Francisco se lembrou como foi ajudado pelo pastor sueco, Anders Ruuth, durante um tempo que classificou como um “período difícil espiritualmente”. Anders viveu em Buenos Aires entre 1950 e 1960 e dava aula em uma faculdade luterana.

“Foi um período difícil na minha vida do ponto de vista espiritual. Confiei nele, abri meu coração. Foi de grande ajuda nessa situação”, lembrou Francisco.

Fonte: GuiaMe