“É uma cruzada em andamento”

12

O ministério de Billy Graham impactou a vida de milhões de pessoas em todo o mundo. O evangelista, que faleceu em 21 de fevereiro de 2018, foi conselheiro dos presidentes norte-americanos e o pregador mais amplamente ouvido da história.

Sua trajetória é contada pelo museu Centro Billy Graham, localizado no campus da faculdade cristã Wheaton College, em Illinois (EUA) e, até hoje, pessoas têm sido impactadas pela mensagem do Evangelho através de sua vida.

“As pessoas vão para Cristo aqui”, disse o pastor Ed Stetzer, diretor do Centro Billy Graham, à CBN News. “Nós realmente temos respostas; eles preenchem um cartão de resposta e nós os acompanhamos”.

Desde o falecimento de Graham, Stetzer conta que ainda muitas pessoas ficaram curiosas em conhecer a história do homem que pregou o Evangelho para quase 215 milhões de pessoas em mais de 185 países.

“As pessoas estão interessadas e muitos que vêm não são cristãos”, observou. “Na verdade, continuamos notando que, de certa forma, este museu é uma cruzada evangelística em andamento”.

O museu, que é diferente da Biblioteca Billy Graham em Charlotte, na Carolina do Norte, foi inaugurado em 1981 e se dedica a mobilizar cristãos para o evangelismo. Segundo Stetzer, ele é o graduado mais famosos do Wheaton College.

“Billy e Ruth foram estudantes aqui, se conheceram e se casaram. Então, ter o Centro Billy Graham aqui no campus, é um lembrete visível e espiritual para nossos alunos”, disse o pastor. “Billy Graham fez muito para Jesus aqui. Queremos que eles façam muito para Jesus quando saírem deste lugar”.

O museu apresenta detalhes da vida pessoal do evangelista e destaca seus anos de ministério. No entanto, os administradores dizem que o foco do museu se estende além de Graham. “O objetivo é apontar as pessoas para Jesus. Ajudar as pessoas a ver como elas poderiam responder pregando o Evangelho”, disse Stetzer.

“Billy Graham foi uma figura singularmente importante na história do mundo e, por isso, as pessoas conhecem seu nome. Mas também queremos que elas conheçam o nome que está acima de todos os nomes, o nome de Jesus”, acrescentou o pastor.

Stetzer observa que a mensagem do museu e de Graham é simples: “Você passa pela cruz, recebe Jesus como seu Senhor e Salvador, e então recebe a vida eterna como um presente que vem de Deus”.



Fonte: Guia me