Ao mesmo tempo, incêndio atingiu Notre-Dame e mesquita em Jerusalém

11

Um incêndio de pequenas proporções foi registrado na mesquita Al-Aqsa, em Jerusalém, na última segunda-feira, 15 de abril. O episódio coincidiu com o incidente semelhante que quase destruiu a Catedral de Notre-Dame de Paris.

A mesquita, construída no final do século VII, ocupa o local onde foi erguido o Templo de Salomão, e posteriormente, o segundo templo, que viria a ser destruído no ano 70 d. C., durante uma guerra civil contra o Império Romano, que ocupava a cidade.

O incêndio não causou danos significativos, foi controlado a tempo pelos bombeiros. A polícia israelense avisou que vai apurar o que causou o incidente, enquanto o Sheikh Azzam al-Khatib, chefe do Waqf islâmico de Jerusalém, insinuou que o incêndio poderia ter sido iniciado por crianças que foram vistas brincando na área.

Em nota, o Waqf chamou a atenção dos fiéis “que vivem ao redor da mesquita e na Cidade Velha para educar seus filhos a não brincarem com fogo, principalmente dentro da mesquita de Al-Aqsa”, de acordo com o portal Sputnik.

Nenhuma vítima foi registrada, assim como também não houve danos ao templo islâmico. Segundo informações da emissora RT, a agência Wafa detalhou que “o incêndio irrompeu no quarto do guarda do lado de fora do telhado da Sala de Oração de Marwani”.

Essa parte da estrutura seria remanescente dos tempos bíblicos, e antes de servir como sala de oração islâmica, teria sido um alojamento dos guardas dos estábulos do rei Salomão.

Cenas do pequeno incêndio foram registradas por pessoas que passavam pelo local e publicadas nas redes sociais. Veja:



Fonte: Gospel Mais