Perseguição ajuda a espalhar a Palavra de Deus, dizem missionários no Nepal

8

A perseguição aos cristãos não está impedindo que missionários continuem atuando no Nepal. De acordo com o presidente da organização Bibles For The World (Bíblias Para o Mundo), John Pudaite, a opressão ajuda a promover o Evangelho.

“Acidentalmente, reconhecendo que essas Bíblias poderiam ser usadas para conversão, as pessoas que tentam esmagar o cristianismo estão reconhecendo o poder da Palavra de Deus. Elas estão dizendo que este livro pode transformar vidas”, disse Pudaite ao site Mission Network News.

De acordo com Pudaite, a Bibles For The World forneceu 2,5 milhões de exemplares do evangelho de João por todo o Nepal desde 2012. “Isso ajudou a espalhar as chamas do crescimento do cristianismo, do Corpo de Cristo, em todo o país”, destaca.

Logo após a Páscoa, em 23 de abril, quatro cristãos foram presos e acusados de violar a lei anticonversão, sancionada em 2018 no Nepal. Um dos detidos, que é americano, foi imediatamente deportado.

Segundo Pudaite, a pressão é impulsionada pela Índia, que faz fronteira com o oeste do Nepal. Por ser uma nação sem litoral, “o Nepal é muito dependente de manter um bom relacionamento com o governo fanático hindu”, explica. “Grande parte de suas necessidades diárias, como gasolina e alimentos, vem através da Índia”.

A Índia sempre influenciou as autoridades nepalesas nas tomadas de decisão. Em 2015 , a Índia basicamente “chantageou” o antigo reino hindu após sua reescrita constitucional e não voltou a diminuir a pressão. O governo passou a implementar leis anticonversão em agosto de 2018, e um partido político deu passos em direção à “hinduização” do Nepal no mês passado.

“Nós vemos essa pressão especialmente na área das planícies que faz fronteira com a Índia. Chama-se ‘Terai’; é exatamente onde essa prisão aconteceu”, observa Pudaite. “Esta região tem influência hindu muito mais forte”.

Nos próximos meses, a Bibles For The World planeja enviar outros meio milhão de exemplares do evangelho de João para o Nepal. Pudaite pede oração por sabedoria e discernimento enquanto os líderes do ministério prosseguem com esse plano.

“Estamos tomando cuidado extra enquanto fazemos nossos planos — onde estaremos, que tipo de seminários faremos, que tipo de distribuição e com quais grupos fazer parceria”, explica Pudaite.



Fonte: Guia me