Padre sugere que “pureza dos homens” depende da roupa das mulheres

4

O comportamento social na igreja é um dos fatores mais observados por líderes e pela comunidade religiosa em geral. Isso, porque, ele reflete não apenas a maneira como homens e mulheres entendem os valores da fé que professam, mas também o quanto tais valores regulam suas relações interpessoais.

Isso diz respeito também, aparentemente, a certos costumes. Não é por acaso, por exemplo, que algumas das passagens bíblicas mais delicadas no que diz respeito à correta interpretação se encontra em 1 Coríntios 11:3-16, onde o apóstolo Paulo recomenda às mulheres o uso do véu quando estiverem na igreja, como está escrito:

“Todo homem que ora ou profetiza com a cabeça coberta desonra a sua cabeça; e toda mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta desonra a sua cabeça; pois é como se a tivesse rapada. Se a mulher não cobre a cabeça, deve também cortar o cabelo; se, porém, é vergonhoso para a mulher ter o cabelo cortado ou rapado, ela deve cobrir a cabeça”.

Enquanto o apóstolo Paulo se referiu ao uso do véu como um símbolo de reverência a Deus, um padre americano, por outro lado, citou a vestimenta das mulheres na igreja como algo crucial para a “pureza dos homens”.

A roupa das mulheres na igreja

Kevin M. Cusick, ex-tenente-comandante do corpo de capelães da Marinha dos EUA e padre na região de Washington, distrito central, causou uma grande polêmica nas redes sociais ao sugerir que às mulheres deveriam cobrir seus ombros, a fim de  “proteger a pureza dos homens na Santa Missa”.

“Senhoras, um padre que conheço foi forçado no domingo a pedir a uma mulher na missa que cobrisse os ombros. Por favor, ajude o padre a proteger a pureza dos homens na Santa Missa, escolhendo se vestir com modéstia”, escreveu o padre.

Kevin M. Cusick alegou que diante de tal situação todos, homens e mulheres, ficam constrangidos, agradecendo a colaboração das internautas. Entretanto, o padre foi criticado por muitos, incluindo católicos e não católicos, por conta da associação da vestimenta feminina com a responsabilidade moral – e individual – que os homens devem possuir na igreja.

Por outro lado, uma seguidora do padre Kevin parece ter compreendido melhor a sua colocação. Ela sugeriu que apesar da responsabilidade moral ser algo pessoal e independente da maneira como os outros se portam (ou se vestem!), às mulheres também devem ter consciência do que usam, especialmente no ambiente religioso.

“Estou sinceramente muito triste com quantas mulheres adotam uma postura de ‘não é meu problema’ quando se trata de como os homens se sentem quando expostos à maneira como a maioria das mulheres se veste hoje”, escreveu a internauta, segundo informações do Faith Wire.

Fonte: Gospel Mais