3 atributos incomunicáveis de Deus

40

É preciso entendermos que quando se trata de Deus, ninguém pode defini-lo de forma plena. Compreender a Deus Completamente é uma tarefa impossível na condição limitada em que vivemos neste mundo. Deus é transcendente, Imutável, Autossuficiente e Soberano, enquanto nós somos apenas meros ”mortais” em processo de regeneração em Cristo.

Por isso, conhecer a divindade de forma plena é algo que teremos que esperar um pouco mais (até o grande dia do Senhor) Porém, aquilo que está ao nosso alcance, dado por ele próprio por revelação nas escrituras é possível não só ser compreendido , como expressado e contemplado por nós.

Deus é um ser pessoal, espiritual em essência, todo poderoso e possui atributos que o diferencia de toda sua criação. Os atributos são qualidades, virtudes ou perfeições próprias do ser de Deus. No sentido teológico, os atributos são as qualidades essenciais que revelam quem Deus É.

Quando falamos de atributos ”incomunicáveis” de Deus, estamos querendo dizer das qualidades que Deus tem e que não há relação com os humanos por serem restritos somente a divindade. Há diversos atributos de Deus, inclusive aqueles que ele, de certa forma ”divide” conosco, como justiça, bondade, amor, etc. Até mesmo entre os ”incomunicáveis” há outros não menos importantes, que poderemos falar em outros artigos mais hoje ateremos apenas em três.

Onipotência

O termo significa ter todo poder, ser todo-poderoso. As Escrituras nos mostram de forma clara este atributo em várias passagens, tanto no Antigo Testamento como nos Evangelhos e é também reforçado nas epístolas pelos apóstolos do Senhor.

Deus se revela no Antigo Testamento como El Shaday, o Todo-poderoso, como aquele que não só formou o mundo e os homens , mais aquele que os sustenta na força do seu poder. A Revelação das Escrituras nos aponta para conhecermos um Deus que é poderoso em sua essência, tem poder para fazer tudo aquilo que lhe apraz. Ele é poderoso acima de tudo e de todos e nada pode fazer força à ele. Somente um ser que tenha poder infinito e ilimitado é capaz de ter criado os cosmos e continuar o sustentando de forma a cumprir todos os seus propósitos. Nada sai de seu controle , seja por permissão ou por desígnio. Deus não só tem o poder, mais todo o poder, ele é o poder em essência.

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, a sombra do Onipotente descansará” (Sl 91.1)”

“Ah! Senhor JEOVÁ! Eis que tu fizeste os céus e a terra com o teu grande poder e com o teu braço estendido; não te é maravilhosa coisa alguma (Jr 32.17)”

Onipresença

Este é um atributo que pode ser entendido também por “imensidão de Deus”, do latim omni-praesentia, e significa que Deus é presença em tudo e todos. Deus é indivisível e não se sujeita a lei do espaço, está em todos os lugares ao mesmo tempo, pois, para ele não há limitação alguma, como lemos em Jeremias 23.23,24:

”Sou eu apenas Deus de perto, diz o SENHOR, e não também Deus de longe? Esconder-se-ía alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? — diz 0 SENHOR. Porventura, não encho eu os céus e a terra? — diz o Senhor”

“Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons (Pv 15.3)”

A onipresença de Deus é associada a sua Eternidade, pois só um ser eterno (sem começo e sem fim) pode ser onipresente, para ele não há surpresas não há nada que ele não veja. Não há oculto para ele, tudo lhe é revelado, ninguém pode esconder nada diante de sua presença, até mesmo os sentimentos mais ocultos dos homens são lhe revelados.

“O Senhor olha desde os céus e está vendo a todos os filhos dos homens; da sua morada contempla todos os moradores da terra (Sl 33.13,14)”

Onisciência

A palavra onisciência é uma junção das palavras “todo” e “ciência” ou “conhecimento”, do latim omni-scientia, ou seja, todo conhecimento ou toda ciência.

Portanto, Deus é um ser conhecedor de tudo e de todas as coisas, nada escapa de seu controle. O passado, presente e futuro estão para Deus descortinados e se apresentam a Ele não de forma sucessiva, e sim de forma simultânea. O passado, presente e futuro para Deus é agora, ele conhece de forma plena e absoluta todas as coisas.

“E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes, todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar (Hb 4.13)”

Deus é onisciente, portanto conhecedor da alma e dos sentimentos de todos os homens. Todo conhecimento adquirido pela humanidade é nada comparado ao próprio Deus que não só possui o conhecimento mais é o próprio em essência. Ele vê o passado, o presente e o futuro como se tudo fosse hoje, não há mistérios para Deus, tudo é claro como a luz.

Ele é a sabedoria e o conhecimento, não há razão do saber se ele não for o objetivo maior.
“Lembrai-vos das coisas passadas desde a antiguidade: que eu sou Deus, e não há outro Deus, não há outro semelhante a mim; que anúncio o fim desde o princípio e; desde a antiguidade, as coisas que ainda não sucederam; que digo: o meu conselho será firme, e farei toda a minha vontade” (Is 46.9,10).

Esses atributos nos mostram ainda que não de forma plena, quem é Deus e como ele age em sua criação. Conhecer profundamente esses atributos nos influencia a vivermos uma vida de santidade e reverência diante da presença do Altíssimo, pois eles nos mostram o quanto esse Deus é grandioso. Em nossa condição humana e caída nunca poderíamos desfrutar de sua plenitude se não nos fosse permitida por ele próprio através de nosso único Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Nosso Deus não é um deus qualquer criado pela mente humana e não há paralelo desse Deus em nenhum Mito em nenhuma cultura existente. O Deus que nos salvou é o único Deus verdadeiro, é o poder, o conhecimento e o autor e sustentador da vida.
Não temas, você é sustentado pelo Eterno e Magnífico Deus.



Fonte: Gospel Mais