“A felicidade é um resultado da santidade”, diz pastor

Quando compartilham seus testemunhos de conversão, muitos cristãos falam sobre o que abandonaram para seguir Jesus Cristo. Porém o pastor Greg Laurie tem chamado a atenção para a importância de olhar para a vida, não somente como uma renúncia ao mundo, mas sim como a descoberta do real propósito.

“Do que nós realmente desistimos? Para alguns, é o vício de drogas ou álcool. Para a maioria, é culpa, vazio, solidão e, é claro, aquele sempre presente medo da morte. Assim, podemos concordar com as palavras do apóstolo Paulo, que disse: ‘Sim, tudo o mais é inútil quando comparado com o infinito valor de conhecer a Cristo Jesus, meu Senhor. Por causa dele eu descartei todo o resto, contando tudo como lixo, para que eu pudesse ganhar a Cristo’ (Filipenses 3: 8 NLT)”, destacou o pastor em sua coluna recente para o Faith Wire. “Paulo estava dizendo: “As coisas que desisti não são nada comparadas ao que Deus me deu”.

O pastor então, continuou explicando que as Escrituras relacionam a felicidade à santidade.

“Vemos na Bíblia que a felicidade está sempre ligada à santidade. Também achamos que a felicidade não é algo que deve ser procurado de imediato; em vez disso, é um resultado de buscar outra coisa. E essa outra coisa é santidade”, afirmou.

Pastor Greg também apontou a surpreendente situação analisada pelo filósofo Eric Hoffer sobre a busca pela felicidade.

“Buscar a felicidade em si é geralmente uma busca fútil. Como o filósofo Eric Hoffer disse: ‘A busca pela felicidade é uma das principais fontes de infelicidade”, lembrou. “Muitas pessoas hoje em dia que buscam a felicidade nunca a terão. Há pessoas com muitas realizações, muita fama e muito dinheiro que vivem vidas miseráveis ​​e vazias. Eles estão procurando por algo, mas da maneira errada”.

“A felicidade é um resultado da santidade. Quando você colocar sua vida em ordem, a felicidade virá como consequência”, acrescentou.

O pastor ainda alertou que a verdadeira felicidade nunca poderá ser encontrada enquanto não for procurada na única fonte, que é Deus.

“É por isso que os incrédulos nunca podem conhecer a verdadeira felicidade. Eles vão atrás das falsificações baratas do mundo, que são superficiais. O conceito de felicidade do mundo depende de coisas boas acontecendo”, disse. “A Bíblia nos diz como encontrar e manter a santidade e, como resultado, a felicidade em nossas vidas. E no Salmo 119 temos o desígnio original de Deus”.

“Primeiro nos é dito que se quisermos ser santos, então devemos andar de maneira não contaminada: ‘Bem-aventurados os retos em seus caminhos, que andam na lei do Senhor. Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos, e que o buscam com todo o coração. E não praticam iniqüidade, mas andam nos seus caminhos’. (Salmo 119: 1–3)”, apontou. “Se você quer ser santo – e feliz como resultado – então você deve andar ativamente nos caminhos de Deus”.

 



Fonte: Guia me