Um acadêmico liberal de renome mundial, que critica severamente as posições políticas conservadoras, disse recentemente a estudantes numa conferência especial que a atual geração “está a enfrentar a questão mais impressionante que já surgiu na história humana”, questionando se “a vida humana organizada irá sobreviver” à contemporaneidade.

Noam Chomsky foi o orador principal do evento do Comitê de Sensibilização Política (PAC) da St. Olaf College na semana passada. St. Olaf é uma faculdade privada de artes liberais localizada em Northfield, Minnesota (EUA) e é afiliada à Igreja Evangélica Luterana na América.

De acordo com a o site Campus Reform, durante seu discurso de 90 minutos sobre a sobrevivência da humanidade, Chomsky disse à platéia que o Partido Republicano nos Estados Unidos está engajado em uma “insanidade única que se dedica a destruir a vida humana organizada”.

Chomsky destacou a guerra nuclear e o aquecimento global como as duas principais ameaças à humanidade. No entanto, ele também criticou o presidente Donald Trump e o movimento conservador por sua posição sobre as duas questões.

“Trump, declare a vitória na Coreia do Norte se você quiser se espalhar em público, mas, por favor, vá embora e nos deixe ir em direção à paz, ao desarmamento e à unificação sem interromper o processo”, disse ele, ignorando os efeitos práticos do acordo selado entre o presidente dos EUA e o ditador norte-coreano, que resultou na desmontagem das instalações nucleares na Coreia do Norte.

Chomsky disse que não é apenas ao governo atual que se opõe, mas sim, aos republicanos em geral, representantes do conservadorismo nos EUA, porque eles estão “liderando dramaticamente uma corrida à destruição”, pois apoiam o uso de combustíveis fósseis.

“Até agora, metade dos eleitores republicanos negam que o aquecimento global esteja ocorrendo, e apenas 30% acham que os humanos podem estar contribuindo”, pontuou Chomski. “Eu não acho que você pode encontrar algo assim entre qualquer parte significativa da população em qualquer lugar do mundo, e isso deve nos dizer algo. Uma coisa que isso nos diz é que há muito a fazer para aqueles que esperam que talvez organizados a vida humana vá sobreviver”.

Censura aos cristãos

O professor também escolheu o cristianismo como alvo durante uma sessão de perguntas e respostas após sua palestra. Questionado se o extremismo muçulmano é causado por ideias radicais do islamismo ou pela política externa dos EUA, Chomsky rejeitou a possibilidade de julgar um conjunto de ideias de qualquer religião, incluindo o islamismo.

No entanto, na continuação de sua resposta, afirmou que seria melhor manter o foco sobre o cristianismo, porque “é algo sobre o que podemos fazer alguma coisa”, sugerindo possibilidade de interferência na religião.

“Pessoas em lugares altos agora afirmam ser cristãos devotos e, com base nos ideais cristãos, estão dizendo que vamos destruir o mundo”, afirmou Chomsky, acrescentando: “Eu não conheço ninguém no mundo islâmico que esteja fazendo isso”, afirmou, sem levar em conta os anúncios reiterados de planos para a dominação mundial feitos por grupos como o Estado Islâmico.



Fonte: Gospel Mais

AS MAIS LIDAS
VERSICULO DO DIA

Radios Online de todo Brasil totalmente grátis!

Musicas, Pregações 24 horas, Mensagens, Prêmios e Muito mais…
Rádios separadas por estado, idiomas e você ainda pode selecionar as suas favoritas.

Instale agora

QUE TAL APRENDER SE DIVERTINDO GRÁTIS ???

Copyright 2019 © Gospel Planet