ADBrás se torna especialista em receber cantores gospel rebeldes

samuel ferreira

Recentemente vazou nas redes sociais uma imagem do cantor gospel Diógenes Mota beijando outro homem. A estatuto da igreja prevê disciplina para os caídos, mas o cantor decidiu não encarar o “banco” , e correu para a ADBRÁS, do Bispo Samuel Ferreira.

Sem muitas exigências, inclusive disciplina, Diógenes estaria frequentando agora a filial do ministério em Maceió, sendo bem aceito pela direção local, e ganhou o púlpito e o microfone para ministrar o louvor.

Segundo informações pastor Orisvaldo Nunes, que é o atual presidente da Convenção da Assembleia de Deus no estado, teria ficado horrorizado com a foto que circulou em vários grupos de Whatsapp, e não teria facilitado a vida do jovem cantor.

Cantor gospel abandona música evangélica por carreira na música sertaneja

 ADBRÁS e a AD Missão, no estado, vivem em pé de guerra. Informações, dão conta, que receber Diógenes seria uma provocação contra a AD em Alagoas.

A instituição de Samuel Ferreira tem se tornado especialista em receber refugiados caídos em estado de indisciplina. O fato que mais chamou a atenção, foi o caso de Samuel Mariano, que também se refugiou para a ADBrás, escapando da disciplina da Mesa Diretora das Assembléia de Deus de Alagoas.

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do “O Buxixo Gospel. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.



Fonte: Buxixo Gospel