Conecte-se
Search

Ângela Bismarchi critica vaidade e diz que nela “não existia beleza interna”

A ex-modelo e dançarina Angela Bismarchi contou um pouco mais do seu testemunho de vida durante o XVI Congresso Mundial de Medicina Estética, onde esteve acompanhando seu marido, o cirurgião plástico Wagner de Moraes.

Conhecida por sua atuação em desfiles de carnaval, inúmeras capas de revistas e participação em programas de TV, Bismarchi mudou radicalmente de vida após decidir entregar a sua vida para Jesus Cristo em 2016.

O cuidado com a beleza, que no passado era produto de extrema vaidade, agora possui o lugar apropriado em sua vida como cristã.

“Não é porque eu virei cristã que eu vou deixar de me cuidar. Eu continuo me cuidando, mas não excessivamente como antigamente”, disse ela, segundo informações do TV Fama.

A preocupação com a vaidade era algo tão desproporcional na vida de Bismarchi, que ela disse já ter interrompido um jantar para o marido poder fazer um procedimento estético em sua clínica. “É o cúmulo da vaidade. Quando chegamos nesse ponto, não é legal”, disse.

Seu olhar agora é outro. Ela entendeu qual é o verdadeiro sentido da vida, deixou de viver em função do seu corpo, passou a estudar teologia junto com o marido e deseja servir como instrumento nas mãos de Deus.

“A beleza interna é muito mais importante do que a externa. Não existia beleza interna em mim. Eu só pensava nas coisas do mundo, riqueza, fama; e a Bíblia não ensina isso. Tem certas coisas que não podemos mais fazer na vida, porque levam ao pecado”, conta.

Por fim, Bismarchi reconhece que vivia iludida pelos atrativos momentâneos do mundo, de modo que o passado agora só lhe serve para testemunhar o quanto Jesus Cristo mudou o seu entendimento.

“Meu nome sempre foi vinculado ao Carnaval. Mas [fazer parte disso] é expor muito o corpo, a sensualidade. Eu fiz várias capas de nudez, fui muito nua para o carnaval. Eu estava cega, hoje eu vejo”



Fonte: Gospel Mais

Deixe sua mensagem