Após 50 dias, ordem judicial para afastar Flordelis do cargo não é cumprida

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Há exatamente 50 dias, a Justiça do Rio de janeiro determinou o afastamento da deputada e cantora gospel Flordelis. No entanto, a decisão ainda não foi submetida ao Plenário da Câmara dos Deputados. Mesmo com a ordem judicial, ela continua exercendo suas funções como parlamentar.

A pastora e cantora é ré pela morte do seu esposo, o pastor Anderson do Carmo, assassinado em junho de 2019 na garagem de casa. Flordelis continua recebendo mensalmente um salário bruto de R$ 33,7 mil.

Em 23 de fevereiro, a determinação da 2a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio foi para que a deputada fosse afastada de qualquer função pública até o seu julgamento pelo assassinato do marido.

Os desembargadores obedeceram a determinação da Constituição Federal e decidiram que o afastamento deveria ser submetido ao plenário do Congresso Nacional, o que não ocorreu até então.

O advogado da família de Anderson do Carmo, Ângelo Máximo, protocolou no último dia 8 uma petição ao relator do processo na 2a Câmara Criminal, desembargador Celso Ferreira Filho, que questiona o por quê da decisão judicial da Justiça do Rio ainda não ter sido cumprida.

Para o advogado, o magistrado precisa tomar “medidas enérgicas e necessárias” diante da “inércia” do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, que ainda não designou a sessão plenária para a votação do afastamento em plenário.

A assessoria de imprensa da Câmara dos Deputados afirmou que a decisão “precisa ser submetida à apreciação do Plenário, mas ainda não foi incluída na pauta. A construção da pauta de Plenário é um processo de negociação coletivo, que ocorre por acordo entre os líderes e o presidente da Casa”.



Fonte: Fuxico Gospel

Administrador

Administrador

Deixe sua mensagem

ouça a melhor rádio do brasil no seu celular

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet