Após suicídio de pastor, Convenção Batista lança alerta sobre prevenção

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Da Redação JM Notícia

Comunicado da Convenção Batista lamenta a morte do pastor

Com a triste morte do pastor Djalma da Silva Maranhão, 62 anos, que se suicidou na último terça-feira (4), a Convenção Batista do Planalto Central (CBPC), da qual o religioso fazia parte, fez um alerta sobre o tema.

“No mês de setembro acontece a campanha Setembro Amarelo, movimento mundial para conscientizar a população sobre a realidade do suicídio. De acordo com o Centro de Valorização da Vida (CVV), o suicídio é considerado um problema de saúde pública e mata 1 brasileiro a cada 45 minutos e 1 pessoa a cada 45 segundos em todo o mundo”, diz a nota.

O texto dá números reais do suicídio no Brasil. “Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Conforme o CVV, pelo menos o triplo de pessoas tentaram tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio. Vamos Conversar? Disque 188”, acrescentou o texto.

Pastores estão cansados
Em 2013, o Clergy Health Initiative (CHI), divulgou o relatório de uma pesquisa que constatou que os pastores com depressão chegaram a 8,7% do total de entrevistados, e os casos de ansiedade a 11,1%. A média das demais ocupações para ambos os casos nos Estados Unidos é de 5,5%, por exemplo.

Não há pesquisas sobre o assunto no Brasil, mas os casos de suicídio começaram a aumentar nos últimos meses, levando diversas denominações a procurarem por formas de tratar o assunto a fim de ajudar os pastores e trabalhar na prevenção e tratamento de problemas emocionais.



Fonte: JM Noticias

Administrador

Administrador

Deixe sua mensagem

ouça a melhor rádio do brasil no seu celular

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet