Astro da NBA, Curry fala sobre sua entrega a Cristo: ‘Senti o chamado’

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

 

Stephen Curry é hoje a principal estrela do time de basquete Golden State Warriors, que disputa as finais da NBA e mantém chances de conquistar o quarto título dentre os últimos cinco campeonatos disputados.

Ele vem compartilhando sua história de vida em uma série no Facebook, e sua fé ganhou um episódio especial. Nele, Curry relata que se tornou cristão ainda jovem e que até hoje escreve um versículo da Bíblia em seus tênis antes dos jogos na NBA para lembrá-lo “por quem eu estou jogando”.

O episódio, intitulado “Faith” (“Fé”, em inglês) traz o testemunho do jogador sobre seu aprendizado, ainda jovem, de que ele não poderia viver da fé de seus pais. Seria necessário ele mesmo tomar uma decisão, o que aconteceu quando ele estudava a oitava série, por intermédio de um pastor de jovens chamado Jason.

“Senti o chamado, desci ao altar [e] entreguei minha vida a Cristo. Isso se tornou o começo da minha jornada pessoa. Eu acho que minha fé é sobre o relacionamento pessoal mais do que seguir uma certa tradição religiosa, uma prática religiosa”, afirmou.

No depoimento à série documental, Curry afirmou que considera importante “certificar-se de que você está alimentando seu espírito com as coisas certas ao invés do que este mundo está lançando contra nós”.

Ele chamou essa prática de “batalha constante”: “Só é muito mais sério porque tenho três filhos que vão assistir todos os movimentos que fizer”, disse ele.

O episódio inclui entrevistas com seu pai, Dell, e sua mãe, Sonya, de acordo com informações do portal Christian Headlines. “Eu os fazia acordar às seis horas da manhã para fazer um devocional antes da escola, para enfatizar [a importância de] colocar Deus em primeiro lugar – para também treiná-los, ‘Você vai ter um emprego, acordar às seis horas da manhã, e fazer as coisas’”, contou a mãe do atleta.

Nessa época, a família ia à igreja às quartas e aos domingos, o que significava que Stephen Curry não podia fazer coisas que seus amigos faziam naqueles dias. “Quando todos os seus outros amigos estão fazendo essas coisas e você tem que dizer não, você se acostuma a dizer não”, acrescentou Sonya, falando sobre a programação da igreja e o “treinamento” ao qual submeteu o filho na infância.

Mas ela também treinou Stephen Curry, ela disse, para aprender a ser diferente: “Mamãe me desafiou a encontrar um verso [bíblico] que eu pudesse confiar para me dar força, me dar um senso de propósito, e lembrar por quem eu estou jogando toda vez que eu amarrar meus tênis”, contou o jogador, que escolheu Filipenses 4:13.

Ainda hoje seus tênis incluem uma mensagem manuscrita: “Eu posso fazer todas as coisas…”. “Eu tenho feito isso desde então. Eu não sei quantos tênis eu escrevi. Mas isso sempre me lembra, você sabe, porque eu fui abençoado com esses talentos, de onde eu recebo minha força e por quem estou jogando”, finalizou o jogador que foi eleito MVP da NBA em duas temporadas seguidas.

Fonte: Gospel Mais

Deixe sua mensagem

CENTENAS DE RÁDIOS DE TODO BRASIL NO SEU CELULAR

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet