Conecte-se
Search

Boko Haram ameaça eleições na Nigéria e cristãos pedem oração

O grupo terrorista islâmico Boko Haram está intensificando os ataques contra a população em várias regiões da Nigéria. Com eleições marcadas para o próximo dia 16 de fevereiro, autoridades do país, assim como lideranças religiosas, temem pela segurança dos eleitores.

A intenção dos terroristas islâmicos é minar o processo democrático, impedindo que um governo oficial seja eleito pela maioria. Semelhante ao Estado Islâmico, o Boko Haram visualiza um regime exclusivamente muçulmano, não admitindo outra forma de liderança, senão a do califado.

Segundo informações divulgadas em 18 de janeiro pela ‘Global Protection Cluster’, no país de Chade, cerca de 100 militares do Exército Nigeriano já foram mortos em consequência do confronto com os terroristas, apesar do governo não confirmar esses números.

Por outro lado, Lai Mohammed, que é ministro da informação na Nigéria, confirmou a suspeita de ataques orquestrados pelo Boko Haram em pelo menos 10 dos 36 estados do país.

A organização Portas Abertas, que monitora os índices de perseguição religiosa em vários países do mundo e auxilia os perseguidos, emitiu um comunicado solicitando a oração dos cristãos em prol da Nigéria.

“Peça ao Senhor para frustrar os planos dos malfeitores e por eleições pacíficas, livres e justas, pela proteção do Senhor sobre seus filhos e que os eleitores saiam em grande número para votar com sabedoria”, diz um trecho do comunicado.

“Ore para que Deus coloque no poder um presidente que respeite os direitos humanos e possa trazer a estabilidade necessária para a Nigéria. Clame para que a Igreja Perseguida da Nigéria seja uma testemunha fiel de Cristo durante as eleições”, completa.

 



Fonte: Gospel Mais

Deixe sua mensagem