Boko Haram diz que adolescente cristã de 15 anos será escrava “para o resto da vida”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A adolescente cristã Leah Sharibu, de apenas 15 anos, será escrava “para o resto da vida”, segundo declaração do grupo terrorista islâmico Boko Haram. Ela foi sequestrada em fevereiro desse ano, quando os terroristas invadiram uma escola de ensino médio na cidade de Dapchi, no Noroeste da Nigéria, levando com eles 110 estudantes.

A notícia veio logo após o grupo, que também é conhecido como o Estado Islâmico da África, divulgar em vídeo o assassinato de Hauwa Mohammed Liman, de 25 anos. Ela também havia sido sequestrada em 1º de março desse ano.

Recentemente Leah Sharibu conseguiu gravar um áudio pedindo ajuda aos familiares e ao Governo nigeriano.  “Eu sou Leah Sharibu, a garota que foi sequestrada. Eu estou pedindo ao governo e às pessoas de boa vontade que intervenham para me tirar da minha situação atual”, diz o áudio de apenas 35 segundos.

“Eu também peço para ajuda a minha mãe, meu pai, meu irmão mais novo e parentes. Por favor, ajude-me a sair da minha situação. Estou implorando para que você me trate com compaixão. Estou pedindo ao governo, particularmente ao presidente, que tenha pena de mim e me tire desta grave situação. Obrigada”, finalizou Leah.

O presidente do país, Muhammadu Buhari, que pertente a etnia Fulani, uma das que mais persegue os cristãos atualmente, ainda não havia se manifestado. Entretanto, a organização international Christian Concern (ICC) informou que ele entrou em contato por telefone após a declaração do Boko Haram, garantindo que fará o possível para libertar a jovem.

Além de Leah, que é cristã e se recusou a negar sua fé em Cristo e por isso foi mantida presa, outra jovem chamada Alice Ndaggah também foi declarada escrava. “Agora é lícito fazer o que quisermos com elas”, informou o Boko Haram, que justificou o assassinato das outras jovens alegando apostasia por se envolver com entidades humanitárias internacionais.

“Para nós não há diferença entre a Cruz Vermelha e a Unicef. Matamos os apóstatas que estão entre eles, homens ou mulheres”, disse o grupo.



Fonte: Gospel Mais

Deixe sua mensagem

CENTENAS DE RÁDIOS DE TODO BRASIL NO SEU CELULAR

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet