Conecte-se

Brasília ganha ‘Jardim Bíblico’, criado pela Embaixada de Israel no Brasil

Os moradores e visitantes de Brasília agora vão poder ter um pouco da sensação de voltar no tempo em que a Bíblia foi escrita, pois a Embaixada de Israel criou o “Jardim Bíblico”, um projeto que visa contar a história das Escrituras Sagradas através da ambientalização de um espaço que remete ao território israelense.

O projeto teve início em novembro do ano passado, em parceria com o Jardim Botânico de Brasília, local onde foi criado o Jardim Bíblico e inaugurado na última quinta-feira (16) na capital. Essa é a primeira iniciativa desse tipo, uma vez que outras embaixadas também podem utilizar o espaço para criar suas representações.

“O espaço está disponível para ser ocupado pelas diversas representações diplomáticas”, disse Samuel Pinheiro Guimarães, diretor adjunto do espaço, em referência ao Jardim Botânico. “As embaixadas da Sérvia, Polônia e Omã já mostraram interesse em ocupar o espaço”.

Israel, no entanto, saiu na frente ao criar o Jardim Bíblico, trazendo para o local espécies de plantas e árvores nativas do país que são relatadas na Bíblia, como tamareiras, oliveiras, figueiras, romãzeiras, videiras, trigo e cevada. Além disso, o projeto arquitetônico também remete aos tempos bíblicos de israel.

“Este projeto inspira educar valores fundamentais, como preservar o meio ambiente e a ligação com a natureza, assim como prestar respeito aos valores universais mútuos, expressos na Bíblia e as nossas profundas ligações culturais com os brasileiros.”, disse o embaixador de Israel, Yossi Shelley, destacando a importância do relacionamento entre os dois povos.

“Do mesmo jeito que as árvores criarão raízes e florescerão, esperamos, também, que cresça a relação entre nossos povos e nossas nações”, completa, segundo informações do Correio Braziliense.

Para Guimarães, o local enriquece ainda mais o Jardim Botânico de Brasília, sendo mais uma alternativa de lazer, produção de conhecimento e aprofundamento das relações entre Israel e Brasil.

“Esse é mais um espaço para o visitante usufruir do Jardim Botânico. É um local de contemplação, com muitos elementos, e que melhora, ainda mais, a qualidade do Jardim Botânico”, conclui ele.



Fonte: Gospel Mais

Deixe sua mensagem