Cantora gospel que está noiva, anuncia chegada de filho e surpreende evangélicos

Envolvida em diversas polêmicas, e com uma imagem de vilã, a apresentadora e cantora gospel Mara Maravilharesolveu desabafar em entrevista para o programa TV Fama. Mara revelou a chegada do filho adotivo, e  contou que ligou para o Ratinho e disse que Silvio Santos a chamou para uma conversa séria.

Mara também argumentou sobre ser vista como vilã dentro do SBT:“Do porteiro até o [Fernando, diretor artístico] Pelégio… todo mundo sabe que eu tenho muito carinho. Isso é um Fake News que fazem comigo. Mas eu sou a Mara Maravilha, não sou hipócrita de pensar uma coisa e falar outra. Vou falar o que eu penso”.

+ Declaração polêmica causa mal-estar entre Ana Paula Valadão e movimento LGBT

A apresentadora entregou ainda uma conversa que teve com o patrão Silvio Santos. “Em dois anos que eu voltei [ao SBT], ele me chamou no camarim dele e conversou muito comigo”, revelou Mara. O conteúdo da conversa não foi divulgado, mas ela garantiu que Silvio deu bastante conselhos, a incentivou para não se abalar com as críticas e a orientou.

Sobre o filho ela revelou a conversa: “Já temos o cadastro. Calma”, pediu Mara ao falar sobre o filho Gabriel Jr. O noivo da apresentadora, também se chama Gabriel, e é músico. Ele deu mais detalhes: “Tem que ficar um pouquinho em segredo, né? Já está chegando, realmente, muito perto”. Mara aproveitou para dizer que não tem problemas com nenhum dos colegas de emissora.

+ Pastor influente afirma que na igreja não tem “macho nem fêmea” e revolta evangélicos

Para encerrar, Mara contou que chegou a ligar para o apresentador Ratinho pedindo a sua volta ao quadro ‘Dez ou Mil’. “Vamos ver, vamos ver”, respondeu o comunicador para Mara por telefone.

Crime: Adolescente é estuprada ao sair do culto e suspeito é capturado pelos policiais

Tentativa de Estupro (Imagem ilustrativa)

Segundo o site G1 de Goiás/TV Anhaguera, na última segunda-feira (03) um jovem de 25 anos foi preso, por ser suspeito de estuprar uma adolescente de 12 anos que saía da igreja depois do culto, tudo aconteceu na cidade de Vicentinópolis, em Goiás.

Por medo de possíveis retaliações vindas do suspeito, a vítima contou o crime para uma prima uma semana depois do ocorrido, logo após a prima ouvir o relato denunciou o caso as autoridades.

+ Urgente: Pastora e cantora gospel morre no púlpito durante ministração

O delegado que está cuidando do caso, Patrick Carniel relatou que a adolescente já tinha visto o suspeito outras vezes, mas sem nunca ter nenhuma amizade, aproximação ou relação com ele. “A menina saia da igreja quando o autor a viu e convidou para dar um passeio. Ele a colocou no carro e foi para um local onde manteve relação sexual com ela mesmo ela dizendo que não queria”, disse o delegado.

Suspeito pelo estupro (Divulgação Polícia Civil)

Suspeito pelo estupro (Divulgação Polícia Civil)

Patrick ainda informou que até a tarde desta terça-feira (4), nenhum advogado se apresentou em defessa do suspeito, que permaneceu em silêncio desde o momento da prisão até ter sido levado para prestar depoimento.

+ Intolerância: Pastores são presos após Afirmarem que “Jesus é o filho de Deus”

“Depois do estupro ela voltou para casa e não contou nada para ninguém. Alguns dias depois ela comentou para uma prima, que denunciou o caso. Agora ela está recebendo todo o acompanhamento necessário”, informou o delegado.

As informações colhidas pelo investigador mostram que o suspeito é casado, tem filhos e não tinha passagens pela polícia. Se comprovado o crime, o suspeito poderá responder por estupro de vulnerável, podendo pegar uma pena de 15 anos de prisão. As próximas etapas do processo serão realizadas no presídio de Pontalina, para onde ele foi encaminhado.

+ Deputado eleito, Cezinha de Madureira reforça apoio ao governo de Jair Bolsonaro



Fonte: Fuxico Gospel