Conecte-se
Search

[ad_1]

Após me formar, recebia pouco, o dinheiro era curto e, às vezes, nem tinha o suficiente para a próxima refeição. Aprendi a confiar em Deus por minha provisão diária.

Isso me lembra a experiência do profeta Elias. Durante seu ministério profético, ele aprendeu a confiar em Deus para a satisfação das suas necessidades diárias. Logo após Elias declarar que Deus mandaria uma seca a Israel, o Senhor o enviou a um lugar deserto, o riacho de Querite, onde usou corvos para levar-lhe as refeições diárias e a água do riacho para refrescá-lo (vv.1-4).

Mas veio a seca. O riacho encolheu-se num minúsculo ribeiro e lentamente se tornou num fio de água. Somente quando secou, Deus disse: “Vá morar em Sarepta […] Dei ordem a uma viúva que mora ali para lhe dar alimento” (v.9). Sarepta ficava na Fenícia, cujos habitantes eram inimigos dos israelitas. Alguém daria abrigo a Elias? E uma pobre viúva teria comida para compartilhar?

Muitos de nós preferiríamos que Deus desse em abundância bem antes de os nossos recursos se esgotarem, ao invés de o suficiente para cada dia. Mas o amoroso Pai sussurra: Confiai em mim. Assim como Ele usou corvos e a viúva para cuidar de Elias, nada é impossível para Ele. Podemos contar com o Seu amor e poder para suprir nossas necessidades diárias.

[ad_2]

Fonte: Pão Diario

Picture of Administrador

Administrador

Deixe sua mensagem