Conecte-se

Controvérsia em redes sociais no Brasil por desfile de moda para ‘divulgar’ crianças em adoção

Nas redes brasileiras, uma atividade aparentemente inocente em um shopping Center está causando raiva e raiva: um desfile de crianças em busca de adoção, andando na frente de uma multidão como se fosse uma passarela de roupas de alta costura. O evento foi realizado com apoio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e empresas de moda.

Controvérsia em redes sociais no Brasil por desfile de moda para ‘divulgar’ crianças em adoção

De acordo com o site da seção Mato Grosso da OAB, é a segunda vez que acontece este desfile, que aconteceu no dia 21 de maio no Pantanal Shopping, na capital do estado, Cuiabá. A entidade afirma que “o objetivo é dar visibilidade às crianças e adolescentes que são aptos para adoção no Estado”, cuja faixa etária varia de 4 a 17 anos.

“É uma noite para que os pretendentes possam conhecer as crianças e os adolescentes, a população em geral pode ter mais informações sobre a adoção e as próprias crianças terão um dia diferente, em que vão fixar, pentear, eles vão maquilhar e usar roupas para o desfile”, disse Tatiana de Barros Ramalho, presidente da Comissão da Juventude e da Criança da OAB, em um comunicado.

Segundo o advogado, na primeira edição dois adolescentes que marcharam conseguiram ser adotados. “O que os olhos veem, o coração sente”, afirmou no mesmo documento o advogado de Barros Ramalho.

A iniciativa também foi orientada pela gestão de marketing do shopping, que expressou sentir-se “honrada em receber o projeto”. As roupas que as crianças trouxeram vieram de lojas no estabelecimento.

Mas os usuários no Twitter mostraram sua indignação, considerando que a exposição de crianças e adolescentes que andaram na passarela é um caso de ‘reificação’ e empurrando-os para uma situação que viola seus direitos essenciais.



Fonte: Bibliatodo

Deixe sua mensagem