Copa América: goleiro Alisson agradece a Deus: “Me deu oportunidades”

13

“Gratidão”. Essa foi a palavra que norteou a comemoração do goleiro Alisson após a conquista da Copa América em pleno Maracanã, no último domingo, 07 de julho. Eleito o melhor de sua posição na competição, o titular da Seleção Brasileira seguiu agradecendo a Deus ao longo da festa.

“Primeiro de tudo o sentimento que vem é gratidão, gratidão a Deus, sempre me deu oportunidades, também aqui [na Seleção Brasileira]… Não me exaltar nos elogios ou me abalar nas críticas. Senti uma confiança muito grande com os que trabalharam ao meu lado. Tiveram a confiança de me colocar para jogar”, afirmou o goleiro do Brasil após a partida contra o Peru, vencida por 3×1.

Segundo Alisson, o grupo de atletas é marcado por jornadas de vitórias contra as adversidades: “A história de cada jogador do Brasil é de superação incrível de todos. Sempre trabalhei, quieto, focado, não respondi a ninguém, mas também não me vitimizo. A cobrança é por excelência, por vitória, já que sou o goleiro da Seleção Brasileira”.

O goleiro do Brasil tomou um único gol ao longo dos seis jogos na Copa América, justamente na final: “O Peru fez uma grande partida, lutamos muito, fizemos por merecer esse título da Copa América. É muito importante dar continuidade a este trabalho”, declarou Alisson, de acordo com informações do jornal Lance!.

O atleta manifestou apoio ao técnico Tite, que vinha sendo criticado pela imprensa esportiva do país.

Outro que agradeceu a Deus foi o atacante Richarlison, apelidado de Pombo. Ele sofreu com uma caxumba durante a Copa América, mas se recuperou a tempo de voltar e disputar a final. Durante o jogo, ele marcou um gol de pênalti e dedicou à bisavó.

“Falei com o [zagueiro] Miranda que estava confiante, que se entrasse e tivesse oportunidade, ia guardar. Só posso agradecer a Deus e aos meus companheiros”, comemorou o jovem goleador, segundo o portal Globo Esporte.

Fonte: Gospel Mais