Em visita inédita, Netanyahu vê Brasil como “terra da promessa”

 

A primeira visita de um premiê israelense ao Brasil foi contextualizada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) em uma publicação nas redes sociais em que ele destaca o importante papel que o Brasil exerceu em 1948, costurando apoio político na Organização das Nações Unidas (ONU) para a formação do Estado de Israel.

Benjamin Netanyahu chegou ao Brasil na última sexta-feira, 28 de dezembro, sob um forte esquema de segurança. Logo após a aterrissagem, primeiro-ministro israelense usou o Twitter para dizer que sua visita tinha o propósito de “estreitar laços” com o Brasil, país que descreveu como uma “grande potência”.

“Vamos discutir os laços de Israel com o maior país da América Latina, o quinto mais populoso do mundo. O Brasil é um país enorme, com enorme potencial para o Estado de Israel, economicamente, diplomaticamente e tête-à-tête segurança”, escreveu Bibi, como é popularmente chamado o primeiro-ministro em Israel.

Netanyahu e o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) se encontraram na Sinagoga de Copacabana e participaram de uma cerimônia pela passagem do shabat, o dia de descanso semanal no judaísmo. Mais tarde, após a reunião, o primeiro-ministro de Israel agradeceu a “gentilíssima recepção” e elogiou o potencial do país: “Israel é a Terra Prometida. E o Brasil é terra da promessa”.

Em seguida, o premiê israelense gastou seu português parareferir-se a Bolsonaro como “amigo” e tornou público uma oferta feita durante a reunião: “Convidei o presidente Bolsonaro para visitar Israel, e ele aceitou, e ele será bem-vindo como um grande amigo, um grande aliado, um irmão”.

Bolsonaro também discursou e afirmou que “mais do que parcerias, seremos irmãos no futuro, na economia, tecnologia, e tudo aquilo que possa trazer benefício para os dois países”, e acrescentou que o Brasil irá se aliar a países com visão democrática e conservadora: “Como os Estados Unidos, entre tantos outros que pensam e têm uma ideologia parecida com a nossa, temos tudo para nos ajudar e fazer o bem para os nossos povos. Senhor ministro, obrigado pela oportunidade e que Deus nos abençoe”, afirmou o presidente eleito, agradecendo a visita.

Importância do Brasil

Eduardo Bolsonaro fez uma publicação em que agradeceu ao futuro ministro das Relações Exteriores por tê-lo permitido ser o primeiro da fila de cumprimentos a Netanyahu no desembarque, e lembrou que há 70 anos o Brasil exerceu um papel fundamental para que Israel conquistasse uma importante vitória na ONU.

“Após Hitler perseguir judeus por toda a Europa a Alemanha nazista se viu derrotada em 1945. No entanto, os judeus seguiam sem um território, sem um país. Em 1947 na ONU iria provavelmente rejeitar uma resolução para a criação do estado de Israel. Porém, o Diplomata brasileiro Osvaldo Aranha fez uma costura por apoios de outros países e presidiu a sessão da ONU que finalmente aprovou a resolução pela criação de Israel. Depois de 2.000 anos de exílio enfim os judeus retornavam para suas terras em 14/MAI/1948. Hoje, 28/DEZ/2018, marca outra data especial: é a primeira vez que um Chefe de Estado de Israel pisa em solo brasileiro desde que o estado de Israel foi criado! O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu @b.netanyahu – conhecido carinhosamente como ‘Bibi’ pelos judeus – chegou sorridente ao lado de sua esposa, Sara Netanyahu @sara.netanyahu . Agradeço ao futuro MRE Embaixador Ernesto Araújo e ao Embaixador de Israel no Brasil Yossi Shelley por terem me dado a honra de ser a primeira pessoa da fila de autoridades a cumprimentar o Premier israelense. Um momento inesquecível para mim. Em 2016 na ONU ‘Bibi’ praticamente profetizou que mais rápido do que se imagina haverá mudanças na ONU da maneira como os países votam, pois mais e mais países enxergam em Israel um parceiro ( https://youtu.be/LRNfsYjYgps ). Jair Bolsonaro disse hoje que espera que as relações entre Brasil e Israel sejam mais amistosas e próximas até mesmo do que quando Osvaldo Aranha presidiu a criação de Israel. Eis o Brasil de 2019. Shalom! 🇧🇷🤝🇮🇱”.

Assine o Canal

 

Fonte: Gospel Mais