Ex-Twister, Gilson Campos evangelizou colegas da banda: “Eles viram uma mudança”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A boyband brasileira Twister se tornou uma verdadeira febre nos anos 2000. O hit “40 graus” alcançou o primeiro lugar das paradas de sucesso e seu álbum rendeu mais de 250 mil cópias vendidas. Foi em meio a todo esse sucesso que Gilson Campos, um dos integrantes da banda, entregou sua vida a Cristo.

“No meio da realização de um sonho de criança, eu conheci a Jesus. Eu não tenho o testemunho da pessoa que se converteu no leito de morte ou em um momento de enfermidade. Eu aceitei Jesus quando eu estava em uma fase boa”, disse Gilson ao Guiame durante a Expo Cristã.

O grupo Twister teve seu auge entre 2000 e 2002, chegando a fazer carreira em países como Estados Unidos, México e Porto Rico. Em meio à agitação da carreira, o Evangelho foi apresentado a Gilson através de várias pessoas, mas uma delas foi essencial para a sua caminhada cristã: Riqueli, que se tornou sua esposa.

“Eu sempre falo, quando vou ministrar, que ela me ganhou para Deus e me ganhou para ela. Foi muito espertinha”, disse Gilson, brincando. “Tudo isso aconteceu em 2001 e na minha conversão eu tomei a decisão de fazer a vontade de Deus, só que eu ainda continuava na banda”.

Em 2002, o grupo foi surpreendido com o fechamento da gravadora Abril Music. Enquanto algumas portas se fecharam, outras se abriram para Gilson. “Não precisei dizer ‘eu sou crente, agora quero cantar para Deus’. Ele operou um milagre e, a partir daí eu, minha esposa e meus filhos começamos o ministério”, contou.


Gilson Campos é ministro de louvor e manteve sua carreira na música. (Foto: Divulgação)

Gilson conta que, enquanto esteve na banda, teve a oportunidade de falar sobre o amor de Cristo aos seus companheiros. “Minha conversão foi no auge do sucesso. Eles viram uma mudança que não se vê normalmente”, ele relatou.

“Uma pessoa que era do mundo, que ia nas baladas mais fortes de São Paulo e, de repente, não queria ir mais. Meu prazer era estar na igreja. Não bebia mais, não falava mais palavrão. Primeiramente, a reação deles era: ‘ele está querendo agradar a namorada evangélica’. Mas Deus foi maravilhoso, porque foi me moldando e me levou até a casa do oleiro”, afirmou, fazendo referência ao texto bíblico de Jeremias 18.

“Até o fim da banda eu tive a oportunidade de pregar o Evangelho para eles. Eu creio que eu vou ver esse fruto na vida deles. Eu tenho fé para isso”, destacou o cantor.

Hoje Gilson e Riqueli atuam como líderes de jovens na Igreja Presbiteriana Central do Bom Retiro, na região central de São Paulo. “Continuo com o ministério de música, é o dom que Deus me deu. Sou professor de capelania e diplomacia civil. Temos a alegria de poder pregar nos lugares onde somos chamados”, declarou.



Fonte: Guia me

Deixe sua mensagem

CENTENAS DE RÁDIOS DE TODO BRASIL NO SEU CELULAR

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet