Fé em ação


8

[ad_1]

Quando minha amiga foi de carro até o supermercado, ela viu uma mulher andando ao longo da estrada e sentiu que deveria dar meia-volta com o carro e oferecer-lhe carona. Ela ficou triste ao descobrir que a mulher não tinha dinheiro para o ônibus, e estava caminhando para casa por muitos quilômetros no clima quente e úmido. Não só estava fazendo a longa viagem de volta para casa, mas já tinha caminhado várias horas naquela manhã para chegar ao trabalho às 4 da manhã.

 

Ao oferecer-lhe uma carona, minha amiga colocou em prática, em um contexto moderno, a instrução de Tiago para que os cristãos vivam sua fé por meio de suas ações: “…a fé, se não tiver obras, por si só está morta” (v.17). Ele estava preocupado que a igreja cuidasse das viúvas e dos órfãos (v.27), e também queria que eles não dependessem de palavras vazias, mas que praticassem a sua fé com atos de amor.

 

Somos salvos pela fé, não pelas obras, mas vivemos nossa fé amando os outros e cuidando de suas necessidades. Que nós, como a minha amiga que ofereceu a carona, mantenhamos os olhos abertos para aqueles que possam precisar de nossa ajuda ao andarmos juntos nesta jornada da vida.

[ad_2]

Fonte: Pão Diario