Globo insinua que Bolsonaro pode ser o anti-cristo e alerta evangélicos

Presidente Jair Messias Bolsonaro

Presidente Jair Messias Bolsonaro


Desde que o presidente Jair Bolsonaro foi eleito no segundo turno com 55% dos votos válidos, que a Globo decidiu criar uma campanha para desmerecer a eleição do capitão.

Através dos seus inúmeros veículos de comunicação, ela vem publicando artigos que desaprovam o uso das redes sociais, ou tentam atribuir a essas redes, estímulos a doenças, como é o caso da depressão, e até suicídios.

Em um artigo recente, o G1 publicou uma entrevista com Jaron Lanier, um dos pioneiros das redes sociais, que lançou o livro; “Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais”.

Os leitores rapidamente identificaram um padrão nas matérias do portal, que tenta a todo custo estimular as pessoas a largarem suas contas em redes sociais.

+ O plano “B” de Malafaia sobre Bolsonaro

Nesta quarta-feira (09), a pauta do mesmo site, foi sobre o discurso de um líder religioso da Rússia, que apontou o fato de que o anticristo, muito provavelmente pode surgir das redes sociais.

A fala do religioso, no entanto, refere-se aos que controlam as redes sociais e a tecnologia, como é o caso do smartphone e do computador, por exemplo.

De qualquer forma, pautas como esta, parecem fazer parte de uma teia maior, e muitos internautas já estão percebendo o jogo ardiloso da gigante da comunicação brasileira, que usa suas armas contra o atual presidente.

+ Qual será a posição de Silas Malafaia no governo Bolsonaro?

Lider ortodoxo da Rússia

Lider ortodoxo da Rússia



Fonte: Fuxico Gospel