homem acusado de abusar de menina por 7 dias

A Polícia Civil divulgou que uma menina de apenas 13 anos de idade foi abusada sexualmente ao longo de sete dias em rituais de magia negra realizados por uma seita na cidade de Caiapônia (GO).

O caso vem sendo investigado pela Polícia Civil e o principal suspeito é o líder da seita, Nilson Alves de Souza, 43 anos. Ele teria praticado os estupros na frente de outra menina, mais nova. O acusado foi preso preventivamente na última sexta-feira, 04 de janeiro.

A avó da menina abusada também foi presa, acusada de ter oferecido três netas como sacrifício para o líder da seita: duas crianças de 7 e 10 anos e a adolescente de 13. Os policiais investigam se outra menina, de apenas três anos de idade, também teria sido violentada por Souza. A denúncia foi feita pela mãe das crianças, que também desconfiou do comportamento das filhas e da insistência da avó para ficar com as meninas.

O delegado responsável pelas investigações, Marlon Luz, afirmou que a garota é irmã de duas vítimas, de uma família diferente da primeira adolescente, e estaria na casa da avó paterna quando viu na televisão uma reportagem sobre a prisão e se teria se apavorado ao ouvir a voz de Souza.

Segundo informações do portal Metrópoles, a avó questionou a reação da neta, que só então relatou as violências sexuais. A menina será encaminhada ao Conselho Tutelar a Goiânia para receber tratamento psicológico.

A investigação foi batizada pela Polícia Civil de Operação Anjo da Guarda 2, e até agora descobriu-se que o líder da seita recebia diversas pessoas que se submetiam a rituais na tentativa de resolver conflitos familiares, financeiros, amorosos e, até mesmo, de ordem política, além de busca por cura de doenças.



Fonte: Gospel Mais