Israel vive o pior final de semana da história após um bombardeio mortal

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Um fim de semana de horror viveu Israel em meio aos atentados entre a Palestina e Gaza, pois houve uma aceitação do cessar-fogo do Hamas às regiões afetadas.

Israel vive o pior final de semana da história após um bombardeio mortal
Israel vive o pior final de semana da história após um bombardeio mortal

O primeiro-ministro Benjamin Nethanyahu disse que a batalha ainda não acabou: “Nos últimos dois dias nós atacamos o Hamas e a Jihad Islâmica com grande força. Nós atingimos mais de 350 alvos. Nós atacamos líderes e agentes terroristas e destruímos edifícios terroristas”, disse ele.

“A campanha não terminou e exige paciência e sagacidade. Estamos prontos para continuar. O objetivo tem sido, e continua sendo, garantir a tranquilidade e a segurança dos moradores do sul. Eu envio minhas condolências às famílias e os melhores desejos de recuperação para os feridos”, disse ele.

Durante todo o fim de semana as sirenes emitiram seus alarmes e bombardeios pelos israelenses intensificados quando o Hamas e a Jihad Islâmica Palestina lançaram mais de 700 foguetes contra o sul de Israel em menos de 48 horas, “Esses foguetes são perigosos. Esses foguetes podem ser mortais. O Hamas está disparando esses foguetes contra a população civil aqui em Israel”, disse o porta-voz da polícia nacional de Israel, Micky Rosenfeld.

As armas aterrissaram em uma comunidade a oito quilômetros da fronteira de Gaza, matando uma pessoa que não conseguia chegar à casa a tempo. “Se levarmos em conta o número de pessoas na parte sul de Israel, as cidades e nos kibutzim e nas diferentes comunidades locais, estamos falando de mais de um milhão de israelenses sob a ameaça desses foguetes da Faixa de Gaza”, acrescentou Rosenfeld.Muitos foguetes foram interceptados antes de chegarem a espaços abertos, “o Hamas e a PIJ estão operando juntos … eles dispararam quantidades enormes de foguetes em diferentes cidades israelenses”, disse o porta-voz da IDF, Jonathan Conricus.

Em contra-ataque, Israel respondeu aos atentados ao atingir cerca de 350 alvos terroristas, incluindo a transferência radical de fundos iranianos para grupos de vandalismo dentro de Gaza, “A triste situação é que o Hamas e a Jihad Islâmica Palestina podem ser contrabandeados para a Faixa de Gaza e produzir quantidades substanciais de foguetes de diferentes calibres por cabo de atacar civis israelenses”, acrescentou Conricus.

O governo dos EUA e seu presidente ofereceram sua ajuda e apoio ao povo de Israel para esses ataques, como confirmado por Trump através do Twitter, “E uma mensagem para os habitantes de Gaza que diz” esses atos terroristas contra Israel não traz nada além de miséria. Acabar com a violência e trabalhar pela paz.

Até agora, a situação é um pouco mais calma, mas com alguma incerteza por parte dos cidadãos.



Fonte: Bibliatodo

Deixe sua mensagem

CENTENAS DE RÁDIOS DE TODO BRASIL NO SEU CELULAR

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet