Isso a Fernanda Brum não vai tolerar

Bianca Toledo, Fernanda Brum e Arianne

Bianca Toledo parece ter atingido o auge da manipulação e rompeu todas as barreiras da dissimulação. Sem apoio de nenhum artista gospel, ela decidiu usar uma estratégia um tanto quanto “covarde”.

A escritora e pastora evangélica, publicou uma foto em que aparece ao lado de cantora gospel Arianne, e da pastora Fernanda Brum.

A importância da foto ao lado da Fernanda Brum, é que a imagem transmite a mensagem de que Fernanda está do lado de Bianca. No entanto, isso não representa a verdade.

Na semana passada, publicamos a matéria “Fernanda Brum ganha uma nova inimiga“. O artigo relata em detalhes, a participação de Fernanda no relacionamento de Bianca com Felipe Heiderich.

Segundo informações, foi Fernanda Brum quem aproximou o casal. Ela serviu, à época, como uma espécie de cupido. Como resultado, eles logo casaram e protagonizaram uma cerimônia de novelas.

Depois de toda a confusão do casal, Fernanda Brum se afastou, e mesmo agora, depois que Felipe foi inocentado, ela segue sem falar sobre o caso.

A imagem publicada no stories de Bianca, parece ser mais do que uma mera lembrança. A ideia, no entanto, é de fato trazer lembrar aos seus seguidores quem são seus amigos.

Bianca Toledo, Fernanda Brum e Arianne

Felipe Heiderich, ex-de Bianca Toledo é inocentado de todas as acusações

O pastor Felipe Heiderich, ex-marido da também pastora Bianca Toledo, foi inocentado da acusação de estupro de vulnerável, no processo número 0208400-55.2016.8.19.0001 que tramita em segredo de justiça desde 2016.

O juiz Tiago Fernandes de Barros, da 17ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, julgou improcedente a pretensão punitiva. Portanto, ele absolveu o réu Felipe Garcia Heiderich Segundo, considerando-o inocente de todas as acusações.

A notícia foi celebrada pelo pastor no fim da tarde desta segunda-feira (08), através de uma série de postagens em sua conta no Instagram.

Entenda o caso

Em 2016, o mundo gospel foi surpreendido com a notícia de que Bianca Toledo havia decidido abrir o jogo sobre um drama familiar.

Ela contou que seu marido, à época, o pastor Felipe Heiderich, havia molestado sexualmente o seu filho.

Tratava-se de uma criança, um menino, que tinha cerca de 5 anos. Ele era fruto do primeiro casamento de Bianca.

Bianca gravou uma série de vídeos, e o caso foi parar na polícia. A justiça decretou a prisão preventiva de Felipe, e o pastor foi preso em Bangú. No entanto, ele acabou ficando em uma sela isolado dos outros presos.

Dias depois, por falta de provas, ele acabou liberado e desde então aguardava o julgamento em liberdade.

Só mais tarde, depois que foi posto em liberdade, a imprensa soube da versão contada por Felipe. Ele contou que havia sido internado numa clinica psiquiátrica, sem seu consentimento, por Bianca.

Ela chegou a dizer que ele era homossexual e satanista, acusação que inclusive, lhe rendeu o processo 0040957-37.2016.8.19.020. Ela foi acusada de causar dano moral e material, à Mônica Santina Pereira Buonfiglio, autora do livro “A magia dos Anjos Cabalísticos”.

Porém, ela acabou sendo inocentada em fevereiro deste ano.

Quanto a Felipe Heiderich, aguarda-se que nos próximos dias ele venha a publicar um vídeo ou se manifestar a respeito do que passou nos últimos meses. Em resumo, intercessores e amigos aguardam ansiosos pelo seu retorno.



Fonte: Fuxico Gospel