A cristã Asia Bibi continua passando por dias de extrema angústia e pressão espiritual, no Paquistão, após ela ter declarado a sua fé em Jesus Cristo e questionado os feitos de Maomé, considerado um profeta pelos muçulmanos. Em seu último julgamento, no entanto, os juízes utilizaram o alcorão para questionar os islâmicos que pedem a morte dela por suposta “blasfêmia”.

Asia Bibi está presa desde 2010 na República Islâmica do Paquistão, país localizado no Sul da Ásia. No início desse mês, milhares de muçulmanos foram às ruas do país pedir o enforcamento da cristã, lhe acusando de ter blasfemado contra Maomé.

Um novo julgamento ocorreu no último dia 15, mas o resultado da sentença ainda não foi divulgado. Todavia, a organização Portas Abertas, que acompanha o processo, obteve algumas informações sobre o que ocorreu, uma delas bastante curiosa.

Um dos juízes responsáveis pelo julgamento lembrou que Bibi foi “insultada”. Isso, porque, ela só questionou a crença em Maomé após um grupo de mulheres que estava com ela, e havia lhe pedido para buscar água em um poço, afirmou que não beberia a mesma água que ela, simplesmente por ela ser cristã.

Bibi então respondeu para o grupo de mulheres: “Acredito em minha religião e em Jesus Cristo, que morreu na cruz pelos pecados da humanidade. O que seu profeta Maomé fez para salvar a humanidade?”.

Por conta desse episódio ocorrido em 2009, ela foi denunciada por “blasfêmia” e presa em 2010, permanecendo na prisão até hoje. Ciente disso, durante o julgamento o juiz leu um verso do alcorão, que diz: “E não insulte aqueles que invocam outro que não seja Alá, para que não insultem a Alá em inimizade sem conhecimento” (6:108).

Ou seja, o juiz usou o próprio alcorão para defender a cristã, insinuando que o grupo de muçulmanas não deveria ter insultado a fé de Asia Bibi primeiro, apesar da cristã não ter insultado o islamismo, mas apenas questionado a sua veracidade teológica.

“Por que vocês não seguiram essa ordem de Alá? Isso poderia ser um caso de insulto versus insulto”, lembrou o juiz Khosa. Apesar disso, como o resultado da sentença ainda não foi divulgado, os familiares de Asia Bibi continuam apelando para autoridades internacionais, líderes religiosos e políticos, pela vida da cristã.

Mesmo com todo apelo, apenas a Suprema Corte do Paquistão pode conceder a liberdade de Bibi, algo temeroso devido a pressão exercida por extremistas islâmicos que pedem o enforcamento da cristã. Com informações, Guiame.

 



Fonte: Gospel Mais

Radios Online de todo Brasil totalmente grátis!

Musicas, Pregações 24 horas, Mensagens, Prêmios e Muito mais…
Rádios separadas por estado, idiomas e você ainda pode selecionar as suas favoritas.

Instale agora

QUE TAL APRENDER SE DIVERTINDO GRÁTIS ???

Copyright 2019 © Gospel Planet