Lito Atalaia repudia pastor que afirmou que “mendigos têm dever de passar fome”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O rapper Lito Atalaia usou suas redes sociais para expor sua indignação contra as declarações do pastor Marcos Granconato, da Igreja Batista Redenção, em São Paulo. No último domingo (01), o religioso afirmou em seu Facebook que “a maioria dos mendigos tem o dever bíblico de passar forme, pois Paulo diz aos tessalonicenses: ‘Se alguém não trabalha, que também não coma’. A declaração faz referência à passagem de II Tessalonicenses 3:10, algo que dividiu a opinião dos internautas.

Em resposta à postagem de Granconato, Lito Atalaia afirmou que o pastor carrega um preconceito “contra favelados, pobres e mendigos”. Ele ainda afirmou que o assunto é algo que “deveria ser tratado com mais seriedade pela igreja enquanto corpo, não só pela sequência de falas vergonhosas e baixas desse homem, mas principalmente porque fica parecendo que pensamos da mesma forma”

– O Evangelho, pelo menos o de Jesus, não é isso! Acho que devemos nos atentar mais às credenciais de Cristo do que as de “líderes” que nos tem para apresentar seus corações cheios de maldade dizendo ser esse o Evangelho da cruz quando, na verdade, é só uma alma pobre do que Jesus tanto pregava. Dessa pobreza, com certeza, Deus quer distância, e dessa pobreza , a de alma, certamente Deus afasta o homem convertido.

Lito ainda reforçou que “a Bíblia nos diz que Deus é amor”. O cantor finalizou sua postagem dizendo que “se quem não trabalha não deve comer, quem não ama não deve pregar”.

Rafael Ramos

Rafael Ramos

Deixe sua mensagem

CENTENAS DE RÁDIOS DE TODO BRASIL NO SEU CELULAR

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet