Mais de 9.200 pessoas se entregam a Jesus durante cruzada evangelística, nos EUA

Mais de 9.000 pessoas se entregaram a Jesus no evento SoCal Harvest, promovido pelo evangelista Greg Laurie, no sul da Califórnia, no último final de semana. O resultado surpreeendente ocorreu, mesmo depois de os cartazes de divulgação do evento que expunham uma Bíblia terem sido retirados de locais públicos, devido a reclamações de ateístas.

Em seu 29º ano de realização, o SoCal Harvest aconteceu sem maiores contratempos no estádio ‘Angel’, em Anaheim, com mais de 100.000 pessoas participando da cruzada evangelística de três noites e foram presenteados com apresentações de grandes nomes da música cristã, acrobacias de pilotos de motocross e impactantes pregações do Evangelho.

No entanto, o evento básico dos Ministérios de Colheita de Laurie enfrentou alguma resistência nas semanas que antecederam a cruzada, devido à publicação dos cartazes que promoveram o evento porque eles mostravam Laurie segurando uma Bíblia.

Em resposta, Laurie convocou os participantes a levarem suas Bíblias para dedicar um tempo todas as noites para que todos segurassem o livro sagrado e proclamassem sua crença na Palavra de Deus.

Laurie começou seu sermão de sexta-feira à noite, erguendo a Bíblia para a multidão e proclamando: “Este é o livro”.

“Quantos de vocês trouxeram uma Bíblia hoje à noite? Peguem suas Bíblias. Mantenham suas Bíblias erguidas”, disse Laurie à multidão. “Não nos envergonhamos da Palavra de Deus. Esta mensagem nos foi enviada do Céu, dada a nós em um livro e tudo o que você precisa saber sobre Deus está bem aqui na Bíblia. Não é de se admirar que as pessoas não a queiram exibida em um outdoor ou em qualquer outro lugar”.

“Mas aqui está a linha de fundo”, continuou o pastor de 65 anos da Harvest Christian Fellowship. “Deus nos deu uma mensagem que todos nós precisamos ouvir hoje à noite que vamos obter deste livro”.

Como Laurie sempre termina cada noite do SoCal Harvest com um convite para aqueles que querem aceitar a Cristo em suas vidas para caminhar até o campo, 9,260 pessoas fizeram suas profissões de fé durante o fim de semana.

Em comparação, pouco mais de 10 mil pessoas fizeram profissões de fé no SoCal Harvest do ano passado, que contou com 92 mil pessoas em três noites.

“Foi incrível ver Deus trabalhar tão poderosamente todos esses anos, com mais de meio milhão de pessoas fazendo profissões de fé para seguir a Cristo”, escreveu Laurie em um tweet na segunda-feira. “Este fim de semana não foi exceção também … A Deus seja a glória!”.

No Facebook, Laurie compartilhou uma fotografia de um homem que deu sua vida a Cristo na noite de sexta-feira depois que ele pregou um sermão sobre o “poder da Bíblia”. O homem tinha uma tatuagem na cabeça que dizia “F *** Love”.

“Uau! Aqui está uma foto de um homem que deu sua vida a Jesus ontem à noite no #HarvestSoCal, e ilustra completamente PORQUE FAZEMOS O QUE FAZEMOS!”, Laurie escreveu. “Adivinha só? Ele simplesmente aceitou o VERDADEIRO AMOR em seu coração!!!”.

O poder da Bíblia

Durante seu sermão de sexta-feira, Laurie recordou a primeira vez que testemunhou o poder da Bíblia em primeira mão. Isso aconteceu quando ele era um “recém-convertido” no ensino médio.

“O fato de as pessoas dizerem que a imagem da Bíblia é ofensiva diz muito sobre o poder da Bíblia”, disse Laurie. “O fato de alguém dizer que você não pode segurar esse livro, para mim é um reconhecimento do poder da mensagem que está neste livro”.

Ele descreveu a primeira Bíblia que foi dada por um de seus colegas logo após ele ter aceitado a Cristo como seu salvador em seu campus de colégio. Era uma Bíblia surrada que tinha dois palitos de sorvete colados na frente em forma de cruz.

Laurie admitiu que ele estava um pouco embaraçado da Bíblia no início. Ele lembrou que quando mais tarde ele foi se encontrar com seus velhos amigos com quem ele costumava se drogar em uma de suas casas, ele jogou a Bíblia nos arbustos para que seus amigos não o vissem com ela.

No entanto, ele foi forçado a reivindicar a Bíblia quando a mãe de um de seus amigos entrou em casa, levantou a Bíblia e perguntou: “A quem pertence isso?”

“Todos começaram a zombar de mim e a rir de mim”, disse Laurie. “Eu percebi que não queria mais sair com aqueles caras e também percebi o poder da Palavra de Deus. Daquele dia em diante, eu carreguei orgulhosamente esta Bíblia e não me envergonho do Evangelho de Cristo”.

A Bíblia, ele enfatizou, é “um livro como nenhum outro”.

“Milhões de pessoas irão atestar o fato de que as Escrituras mudaram suas vidas. Essas palavras trouxeram esperança para os desesperados, perspectiva para o sofrimento, conforto para os enlutados. Essas palavras encontradas na Bíblia curaram casamentos, eles curaram o viciado, mas por que essas palavras são tão poderosas? A razão é porque ‘estas são as próprias palavras de Deus”, disse ele.

“Imagine se você recebesse em seu telefone uma mensagem de texto enviada por Deus. Você a leria? Você responderia? Eu acho que sim. Uma mensagem de Jesus? Sim, eu leria aquilo. Ouça, Deus lhe enviou uma mensagem e a chamou de Bíblia, na verdade, nós até a chamamos de ‘Mensagem’. Ele vai falar com você através deste livro. Nada toca na Bíblia e talvez seja por isso que é o livro mais vendido de todos os tempos”, explicou.

Apesar do fato de que a Bíblia seja frequentemente ridicularizada, atacada e banida, Laurie disse que mais de 3,9 bilhões de cópias da Bíblia foram vendidas nos últimos 50 anos.

“A Bíblia não é apenas o livro da semana ou o livro do mês ou o livro do ano ou o livro da década; a Bíblia é o livro das eras porque é o livro de Deus e Ele nos fala através dele”, assegurou ele.

 



Fonte: Guia me