Missionária evangélica da Igreja Assembleia cometeu suicídio por causa de fofoca na igreja

Missionária evangélica da Igreja Assembleia de Deus se desespera e comete suicídio. A igreja deveria ser um lugar de refúgio e comunhão. No, entanto está se tornando templos de discórdias e fofocas. Tal discrepância entre o conceito do cristianismo dentro da Assembléia de Deus, levou uma missionária evangélica a cometer suicídio.

A missionária, era presidente e regente do grupo de irmãs da igreja Assembleia de Deus de Cuiabá e encerrou a vida cometendo suicídio na manhã neste domingo (11).

Segundo um áudio de uma irmã, que afirma ter conversado com a pastora frequentemente pelo WhatsApp, ela se matou na cozinha na beira da pia cortando carne. De acordo ainda com a gravação, ainda na semana passada, quando conversavam, a missionário confessou que não aguentava mais fofocas. Este teria sido o motivo que teria levado a evangélica tirar a própria vida.

áudio ainda conta, que na Assembléia de Deus de Cuiabá, ela estaria realizando a festa do círculo de oração a qual era regente.
E as irmãs, que deveriam ser o pilar da igreja em oração, criaram contenda por conta de ” sapatilhas e roupas”. Elas não teriam gostado da proposta das vestimentas que se apresentariam na festa. Este caso tem se repetido em muitas igrejas.

Inclusive, o áudio ainda afirma, que além das contendas das irmãs, que lhe tiravam a paz, era o pastor da igreja que também a cobrava. As irmãs reclamavam para ele, e ele fazia cobranças dela, segundo o que as irmãs diziam.

” Ai ela pegou e falou bem assim: eu não aguento mais, tô a ponto de acabar com minha vida. A gente faz de tudo pelos irmão, a gente da a vida pela obra e eles não reconhecem. Estou disposta a se suicidar”, conta o áudio.

E realmente a evangélica acabou cumprindo o que falou neste domingo que se tornou fatídico para os membros da igreja.

Segundo a pastora que conta, ela e outra pastora amiga oraram por ela, mas mesmo assim ela acabou se matando.

FONTE: O BUXIXO GOSPEL



Fonte: Gospel Geral