Muçulmanos tentam construir mesquita em local que marca a vinda do Messias, em Israel

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O Monte do Templo se tornou palco de tensões entre israelenses e palestinos, depois que muçulmanos decidiram construir uma nova mesquita na estrutura da Porta Dourada, um dos oito portões das muralhas da Cidade Velha de Jerusalém.

A estrutura foi aberta por palestinos na última sexta-feira (22) para ser reformada e transformada em uma mesquita islâmica. Após protestos violentos no domingo (24), a polícia de Israel prendeu dois importantes representantes do Waqf islâmico, entidade encarregada de administrar os edifícios muçulmanos no Monte do Templo por causa do acordo de status quo.

Na segunda-feira, autoridades do governo de Israel disseram que o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, emitiu uma ordem para remover os objetos muçulmanos e proibir o culto no local.

Depois da Guerra dos Seis Dias, havia apenas uma mesquita no Monte do Templo, a Mesquita de Al-Aqsa, caracterizada por sua cúpula prateada. Na década de 1970, o Domo da Rocha, com sua cúpula dourada, também passou a ser usado como uma mesquita às sextas-feiras. Na década de 1990, outras duas mesquitas foram certificadas, incluindo na Porta Dourada — embora a estrutura ainda fosse controlada por Israel.

Em 2005, a Porta Dourada foi fechada por Israel depois de descobrir que uma organização ligada ao Hamas estava operando no local. Se Israel não reverter a ação dos palestinos, o número de mesquitas no Monte do Templo irá subir para cinco.

Significado profético

A Porta Dourada permitia passagem direta ao local exato onde estava o Templo de Salomão. Ela foi fechada em 1541 por ordem do sultão otomano Solimão, o Magnífico, porque, segundo as profecias do Antigo Testamento, seria esse portão que o Messias iria utilizar para entrar em Jerusalém.

Os muçulmanos criaram um cemitério fora do portão para evitar a passagem do Messias, já que os sacerdotes judaicos se tornam impuros ao se aproximem dos mortos.


Um cemitério foi construído fora do Portão Dourado para evitar a passagem do Messias. (Foto: Todd Bolen/Bible Places)

O que judeus e muçulmanos não sabem, no entanto, é que o Messias já passou pela Porta Dourada. Muito antes de ser selada pelos otomanos, Jesus Cristo entrou pelo portão em Jerusalém por volta de 30 a.C, no episódio conhecido como “Entrada Triunfal”.

Segundo os Evangelhos, Jesus vinha do Monte das Oliveiras em direção a Jerusalém, montado em um jumentinho, quando o povo lançou roupas no chão, assim como pequenos ramos de árvores, para recebê-lo.



Fonte: Guia me

Administrador

Administrador

Deixe sua mensagem

ouça a melhor rádio do brasil no seu celular

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet