Não temos devocionais familiares (LysaTerkeurst)

Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor.” (João 15:9)

Não nos organizamos para fazer devocionais em família mais, e eu sinto falta deles. Esta sempre foi minha noite favorita na semana. Nós a chamávamos de “tempo em família”.

Nós começamos há muitos anos atrás quando o senhor me convenceu que eu deveria começar devocionais familiares em nossa casa. Para somar à igreja e ao culto jovem, eu me senti levada a dedicar um tempo de qualidade com minha família uma vez por semana para aprender sobre as Escrituras e orarmos juntos. Era um tempo bom e nos conectava aos nossos jovens. Durante a hora em família nós:

Líamos a Bíblia.

Memorizávamos as Escrituras.

Maravilhávamos-nos com a maneira como Deus atende orações.

Orávamos.

Logo percebi que meus dois filhos não estavam compreendendo a realidade e a profundidade do amor de Deus por eles. Então meu marido e eu mostramos, explanamos e discutimos como o amor de Deus é todo-poderoso, e que ele está sempre disponível para nós. Estávamos bem cientes de que não éramos pais perfeitos. Mas nós conhecíamos o Pai perfeito que queríamos que nossos filhos conhecessem também.

Apesar de todos nossos esforços de incutir verdades sólidas nas suas vidas, ainda tivemos que navegar em águas turbulentas com nossos adolescentes e algumas escolhas que eles fizeram. Águas tão turbulentas que meu coração quase se partiu por duas vezes. Tempestades tão fortes e devastadoras que tive que implorar a Deus, de joelhos, por misericórdia e respostas.

Durante cada situação que enfrentamos, nós continuamos a orar e a procurá-lO juntos durante nosso tempo em família. Nunca permitimos que nossas crianças perdessem de vista o cuidado de Deus, e que eles eram preciosos aos Seus olhos. Ele não condena. Ele ama, sempre. Isto é quem Ele é.

Eu reiterei este pensamento frequentemente e apontava as palavras de Jesus “Como o pai me amou, também eu vos amei a vós. Permanecei no meu amor” (João 15:9).

A Palavra de Deus, o perdão e a verdade foram o elo forte que nos manteve unidos durante as tempestades.

Nossa filha tem agora 19 anos e trabalha meio período, além de estudar em um curso universitário em tempo integral. Ela ama o Senhor e acabou de voltar de uma viagem missionária à Alemanha, aonde ela serviu em um acampamento jovem com seu pai.

Nosso filho de 16 anos está no segundo ano do segundo grau, e foi recentemente batizado. Ele vive sua fé corajosamente entre amigos e colegas.

Mudanças na nossa vida alteraram nosso tempo familiar semanal. Não temos mais nos sentado regularmente para nossos devocionais familiares. Mas nós ainda nos reunimos ao redor da nossa mesa de jantar e discutimos abertamente a Palavra, nossa fé, lutas, a Bíblia e as maravilhas de Deus. A estrutura de nosso devocional foi modificada de acordo com as mudanças em nossa vida.

Por causa dos devocionais familiares que decidimos fazer, nossos filhos se sentiam livres para pedir-nos para orar por eles e com eles – quase todos os dias. Eles viram o valor de buscar a sabedoria, a força e a direção de Deus em todas as coisas.

E apesar das escolhas que eles fizeram quando eram jovens e das circunstâncias que tivemos que atravessar como família, nós nunca permitimos que eles perdessem de vista o fato de que Deus é real e os ama. Hoje eles creem, vivem e sabem disso. Louvado seja o Senhor.

Oração:Querido deus, obrigado pela minha família. Por favor, continue a mostrar-me como ama-los e liderá-los de acordo com a Tua vontade. Dê-me ousadia para mostrar-lhes o meu amor por Ti. Em nome de Jesus, amém.

Aplicação Prática: Tente planejar um período intencional e específico para sua família orar junta. Vocês verão as mãos dEle se moverem enquanto vocês o buscam como família.

Encorajem seus filhos a conversar com vocês sobre sua fé e dúvidas que eles possam ter.

Crie um ambiente seguro para as crianças compartilharem o que está em seus corações.

Reflexão: Um tempo de devocional periódico exigiu esforço e diligência de nossa parte como pais, mas isto moldou nossas crianças para serem os jovens que são hoje. Eles enxergam o valor de buscar a sabedoria, a força e a direção de Deus para todas as coisas.

O que você pode fazer hoje para demonstrar o amor de Deus para suas crianças?

Versículos de Apoio:

Provérbios 22:6 “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.”

Isaías 54:10 “Porque os montes se retirarão, e os outeiros serão abalados; porém a minha benignidade não se apartará de ti, e a aliança da minha paz não mudará, diz o SENHOR que se compadece de ti.”

João 15:5 “Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”

Fonte: christianity.com

Autora: LysaTerkeurst

Tradutora: Kátia Michele Jurk Avalos