“Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me” Mateus 16.24

Introdução: Quando Jesus percebeu que estava chegando a sua hora (João 12.23), tomou atitudes decisivas para a conclusão de seu propósito na terra. A última semana de Jesus na terra foi marcada por momentos cruciais. Jesus sabia que enfrentaria para a cruz e cada passo, cada instante o aproximava mais deste momento.
Vamos refletir sobre os fatos principais a respeito da última semana de Jesus na terra, contando da sua entrada em Jerusalém até a sua ressurreição. Embora não tenhamos espaço para todos os detalhes, vamos dedicar aos momentos principais de cada dia. Também respeitamos versões diferenciadas sobre a ordem dos fatos, mas seguimos o que tradicionalmente é aceito e nos baseamos no relato de Mateus 1. O objetivo é aprender sobre oito decisões que podem mudar nossas vidas e aprender sobre esta caminhada para a cruz para que “dia a dia tome a sua cruz” (Lucas 9.23).

Você já teve uma semana difícil?

Reflita sobre os últimos oito dias de Jesus na terra, aprendemos sobre 8 decisões para uma vida melhor:

Domingo, Entrada triunfal em Jerusalém. Mateus 21.1-11

1ª DECISÃO: Receber Jesus como Senhor.

No
domingo anterior à ressurreição de Jesus, ele entrou em Jerusalém e foi
recebido com aclamação do povo como Rei. Por vários outros momentos já tinha
passado por Jerusalém, mas desta vez se cumpriu o seu propósito de assumir o
senhorio sobre o povo de Deus (Lucas 2.11).
Este
momento nos ensina sobre a necessidade de receber a Jesus como Senhor e
Salvador de nossas vidas (Romanos 10.9,10), confessando com nossos lábios (Filipenses 2.10,11).

Decida receber Jesus como
Senhor em sua vida!

Segunda-feira, Expulsa os mercadores do templo: Mateus 21.12-13

2ª DECISÃO: Romper com coisas erradas.

Na
segunda-feira, após ter sido recebido em Jerusalém como Senhor, Jesus age como
tal corrigindo o que via de errado na Casa do Senhor. Por muitas vezes desde a
sua mocidade já tinha entrado no templo (Lucas 2.42-52) e visto o comércio na Casa de
Deus. Agora que foi recebido como Senhor, então reage para a mudança no templo.
Jesus também amaldiçoa a figueira sem frutos mostrando que não quer que tenhamos
uma vida infrutífera (Mateus 21.18,19).
A
atitude de Jesus expulsando os cambistas (que trocavam moedas) e os vendedores
de animais para o sacrifício, mostra que precisamos tomar a decisão de romper
com coisas erradas em nossas vidas, que talvez tenhamos tolerado por muito
tempo. Depois que Jesus foi recebido como Senhor de sua vida, não pode mais
aceitar coisas erradas, que nos impedem de viver na sua presença.

Tome a decisão de romper
com coisas erradas!

Terça-feira, Últimos ensinamentos. Mateus
21.28 – 25.1-44

3ª DECISÃO: Aprender mais a Palavra.

Na
terça-feira, Jesus se dedica a seus seguidores para ensinar sobre a Palavra de
Deus. Haviam vários assuntos que precisavam saber a respeito do Messias. Os religiosos
questionaram a sua autoridade (Mateus 21.23-27). Neste momento especial, Jesus
revela seu propósito com clareza explicando detalhes para seus discípulos. Foi
neste momento que falou sobre sua morte com mais precisão, bem como explicou
sobre sua segundo vinda e julgamento final (Mateus 25), no sermão profético (Mateus 24),
além de prometer o Consolador, que é o Espírito Santo (João 14 a 16).
Depois
de receber a Cristo como Senhor e limpar nossas vidas de coisas erradas,
devemos procurar aprender mais a Palavra de Deus que é o alimento que precisamos
para viver espiritualmente (Mateus 4.4). Sem o conhecimento das escrituras,
não conseguimos saber o que precisamos sobre a pessoa de Jesus (João 5.39).

Tome a decisão de estudar
mais a Palavra de Deus!

Quarta-feira, Judas faz o Pacto de Traição: Mateus 26.6-13

4ª DECISÃO: Confiar mais em Deus.

Na
quarta-feira, Jesus continua se dedicando
ao ensino para seus seguidores, e de repente uma mulher lhe unge os pés o
preparando para sua morte (
Mateus 26.6-13). Também acontece um fato especial
que foi a combinação entre Judas e os religiosos judeus para trair Jesus em uma
emboscada. Jesus, em sua onisciência Divina, sabia que tudo isto estava
acontecendo e conhecia o propósito Divino acima de todas as coisas, por isso
não temeu. Jesus se concentrou em cuidar daqueles que estavam com Ele.
Durante
nossa cominada em direção à cruz, muitas vezes somos traídos. As decepções se
tornam constantes e cada vez mais dolorosas. A dor da traição é tão dolorosa
quanto a crucificação. Mas precisamos confiar em Deus e não ter medo do que o
homem possa fazer. Lembre-se: agora sua vida está nas mãos do Senhor. Isso
acontece quando rompemos com coisas erradas e o mundo não se conforma com isso.
Não pare de aprender a Palavra de Deus e não olhe para os lados. Concentre-se
em Jesus.

Tome a decisão de
confiar mais em Deus e não temer!

Quinta-feira, Jesus celebra a última Ceia: Mateus 26.17-29

5ª DECISÃO: Viver em comunhão.

Na
quinta-feira Jesus mandou seus discípulos prepararem a Ceia para celebrarem a
festa dos pães asmos. Foi neste dia que Jesus se reuniu em particular com seus
discípulos, lavou os seus pés (João 13.1-8) e instituiu a Santa Ceia como
celebração de comunhão da Igreja. Embora soubesse que seria abandonado por
todos, não abriu mão de declarar seu amor e comunhão por seus discípulos. Jesus
também tirou um tempo maior de oração para sua comunhão mais íntima com Deus
Pai (João 17).
Uma
decisão que precisamos tomar é a de viver em comunhão com Deus e com o nosso
próximo. Muitas coisas acontecem para impedir nossa vida de comunhão. Em tempos
difíceis, precisamos orar cada vez mais, como fez Jesus em sua última noite
antes da cruz. Então, se você vê que um momento difícil se aproxima, busque
mais comunhão com Deus e com seu próximo para estar em paz diante de Deus e dos
homens.

Tome a decisão de viver em
comunhão com Deus e com o próximo!

Sexta-feira, Jesus leva a sua cruz: Mateus
27.1-56

6ª DECISÃO: morrer para o mundo.

A
sexta-feira foi dia em que Jesus foi julgado pelos homens (Mateus 26.47 – 27.26) e de forma
cruel açoitado, obrigado a carregar a sua cruz caminhando em direção ao
calvário, onde morreu se entregando para a salvação da humanidade (Mateus 27.27-56).
Foram horas dolorosas e intensas. Cada momento a ferida sobre Cristo foi maior
até que cada gota de sua vida foi entregue. Morreu e foi sepultado (Mateus 27.57-66).
Assim
como fez Jesus, no caminho para a cruz, devemos saber que vamos morrer para o
mundo (Gálatas
2.20
). A cruz é dolorosa e a cada passo mais pesada. Entretanto não
podemos voltar atrás. Leve sua cruz como cristão e creia que sua carne precisa
morrer para o pecado.

Tome a decisão de levar a
sua cruz!

Sábado: Jesus espera a sua hora: Mateus 27.60-66

7ª DECISÃO: Esperar só em Deus.

O
dia de sábado era o descanso santo e o momento mais importante da festa, quando
cada família se recolhia para juntos rememorar o êxodo. Enquanto todos estavam
em suas casas, o corpo de Jesus estava dentro do túmulo. Ele já havia cumprido
sua missão, mas precisava esperar o terceiro dia como havia prometido (
Mateus 26.61).
Esperar
não é fácil, mas é uma prova de confiança e sabedoria. Existem momentos em que
não podemos fazer nada além de esperar e ver Deus agir em nossas vidas. Quando esperamos
no homem, logo vem o desespero porque sabemos que o mundo nos decepciona (
Salmo 108.12).
Então devemos esperar confiando em Deus (
Salmo 40.1).

Tome a decisão de
esperar somente em Deus!

Domingo, Jesus ressuscitou! Mateus
28.1-20

8ª DECISÃO: Viver só para Deus.

No
domingo, aos primeiros raios de luz da manhã, surge uma luz mais forte que o
sol. O túmulo se abre e Jesus ressurreto sai vivo e cheio de glória. Agora
Jesus estava vivo e pronto para executar o seu propósito salvador. Nada mais o
impediria a partir de então. Ele venceu triunfante sobre a morte.
O
dia da ressurreição nos ensina que devemos tomar a decisão de viver para Deus
somente. Depois de morrer para o mundo e esperar em Deus chegou a hora de viver
a vida abundante que Jesus nos prometeu (
João 10.10).
Tome a decisão de
viver para Deus!

Siga para a cruz!

CONCLUSÃO: Mateus 10.38 “quem não toma a
sua cruz e vem após mim não é digno de mim”
.
A
caminhada para a cruz não é fácil, mas é o único caminho mostrado por Jesus para
quem quer segui-lo (João 14.6). Nesta caminhada, a cada dia devemos
decidir receber a Cristo como Senhor, romper com coisas erradas, aprender mais
a Palavra, confiar mais em Deus, viver em comunhão, morrer para o mundo,
esperar no Senhor e viver somente para Deus.

Tome
a sua cruz!

______________________________
1 Bíblia de Estudo Almeida. Barueri:
Sociedade Bíblica do Brasil, 2006. Página 83 do Novo Testamento, quadro ‘A
última semana de Jesus’.
Citações Bíblicas: Bíblia
Revista e Atualizada
, Sociedade Bíblica do Brasil.



Fonte: Esboço de Sermões

Radios Online de todo Brasil totalmente grátis!

Musicas, Pregações 24 horas, Mensagens, Prêmios e Muito mais…
Rádios separadas por estado, idiomas e você ainda pode selecionar as suas favoritas.

Instale agora

QUE TAL APRENDER SE DIVERTINDO GRÁTIS ???

Copyright 2019 © Gospel Planet