Conecte-se
Search

O que permanece no olho


O que permanece no olho


[ad_1]

O beija-flor obtém seu nome em inglês (hummingbird) do zumbido feito por suas asas que batem rapidamente. Em outras línguas é conhecido como “beija-flor” (português) ou “joias voadoras” (espanhol). Um dos meus nomes favoritos para este pássaro é biulu, “o que permanece no olho” (Zapotec mexicano). Em outras palavras, se você vê um beija-flor, jamais o esquecerá.

G. K. Chesterton escreveu: “O mundo nunca passará fome por falta de maravilhas, mas apenas por falta de maravilhamento”. O beija-flor é uma dessas maravilhas. O que é tão fascinante sobre essas pequenas criaturas? Talvez seja seu pequeno tamanho ou a velocidade de suas asas que podem bater de 50 a 200 vezes por segundo.

Não temos certeza de quem escreveu o Salmo 104, mas o salmista certamente foi cativado pela beleza da natureza. Depois de descrever muitas das maravilhas da criação, como os cedros do Líbano e os jumentos selvagens, ele canta: “Que o Senhor se regozije em suas obras” (v.31). Então ele ora: “Que a minha meditação lhe seja agradável” (v.34).

A natureza tem muitas coisas que podem permanecer em nossos olhos por causa de sua beleza e perfeição. Como podemos meditar neles e agradar a Deus? Podemos observar, nos alegrar e agradecer a Deus ao contemplarmos Suas obras e nos maravilharmos.

[ad_2]

Fonte: Pão Diario

Picture of Administrador

Administrador

Deixe sua mensagem