Padre que celebrou missa e pediu votos para Haddad foi punido pala diocese

Cabo Daciolo (Reprodução)

No último dia 12 de Outubro o presidenciável Fernando Haddad, acabou dando um tiro no pé. Ele teve a ideia genial de ir à missa de Nossa Senhora Aparecida numa paróquia da periferia de São Paulo, comungar em condições ilegítimas, levar consigo a vice comunista que afirmou não ser cristã e fazer uso descarado da igreja para a promoção de sua candidatura.

+ “Assembleianos” se revoltam, após senadora eleita pela igreja declarar apoio à Haddad

A reação de cristãos católicos e evangélicos foi imediata, o candidato foi hostilizado nas redes sociais, e o efeito da sua estratégia foi totalmente o oposto do que ele e sua assessoria de campanha previam.

Mas qual o porquê de toda essa reação?

As propostas de presidenciável ferem os dogmas do cristianismo temas como: Liberação do Aborto, Liberação das drogas, entre outros temas, são os principais motivos da rejeição dos fieis ao PT.

+ Cantor gospel que já foi ícone da música pentecostal tenta se reeleger há 8 anos

Outro fator que contribuiu para essa antipatia, é o fato da Manuela d’Ávila, vice de Haddad, afirmar em algumas entrevistas que não é cristã.

A maioria dos fieis da Igreja Católica não aprovaram a ida do candidato a igreja. Na saída da missa do último dia 12 Haddad foi abordado por uma mulher que disse que o petista não poderia ter participado da comunhão por ser “um abortista”.

+ Marco Feliciano “perde” 150 mil votos, mas é reeleito em SP

Qual foi a reação dos fieis com o padre que deu a comunhão ao presidenciável e sua vice?

O padre Jaime Crowe, que deu a comunhão para Fernando Haddad e Manuela D’Ávila na última sexta-feira (12), foi hostilizado por dois fiéis.

Eles atacaram o padre ainda dentro da igreja, dizendo que Haddad e Manuela não podiam receber a comunhão por serem “abortistas”, e ainda afirmaram que ele cometeu um pecado.

Assista ao vídeo.

Reação dos líderes da Igreja Católica após o ocorrido

No dia 14, diante da avalanche de manifestações, a diocese de Campo Limpo enfim manifestou-se sobre a missa-comício. Em nota assinada pelo assessor de Comunicação, a diocese afirma que o padre Jaime Crowe agiu “sem prévia comunicação”, “à revelia do Sr. Bispo de Campo Limpo” e foi “devidamente advertido segundo as normas do Direito Canônico”.

+ Ingratidão: Após derrota nas urnas, Jorge Cananea ataca apóstolo Agenor Duque com acusações falsas

O padre Douglas Lyra da Silva utilizou suas redes sociais para fazer uma crítica ao fato do candidato do PT à Presidência e sua vice, terem ido assistir a uma missa. Para o religioso disse que a presença de ambos no local é um “deboche aos católicos”.

Profecia do Cabo Daciolo se cumpre e ele manda recado, “Não brinquem com Deus”

Cabo Daciolo (Reprodução)

O deputado federal Cabo Daciolo (PATRI/RJ), se tornou conhecido no país inteiro após ter participado da corrida presidenciável do 1º turno das eleições 2018. Como um legítimo representante do pentecostalismo, Daciolo se apresentava nos debates com a bíblia em punho, e sempre iniciava seus discursos com um “Glória a Deus”.

O político gravou uma série de vídeos que falavam, em tom profético, o que iria acontecer no Brasil. Chegou a dizer que seria eleito com 51% dos votos no primeiro turno. Em outro vídeo o político avisou que as réplicas da Estátua da Liberdade, usadas como símbolo da rede varejista Havan, seriam todas retiradas, caso fosse eleito.

+ Cantor gospel J. Neto fica “irreconhecível” após suposto abuso de álcool

A sua declaração serviu de piadas para os brasileiros, e até a própria empresa debochou de Daciolo. A Havan chegou a produzir uma peça publicitária zombando da ameaça. Um desenho onde mostra estátua rindo, era acompanhado da frase “vim aqui mostrar pra nação que nem corda, nem corrente, muito menos cabo me tiram daqui!”.

No último dia 19 de setembro, uma forte tempestade causou estragos na cidade de Umuarama, interior do Paraná. A Estátua da Liberdade com cerca de 30 metros de altura da Havan teve um dos dedos quebrados e a tocha, que ficava em uma das mãos, acabou caindo.

+ Vazou: Em áudio, presidente da Assembleia de Deus proíbe fieis de votarem em Haddad

Através das redes sociais Daciolo disse que Deus estava dando um “sinal” e que, em breve, todas as estátuas cairiam.

Pois agora no último sábado 13 de Outubro, uma forte chuva derrubou parte do braço da réplica da Estátua que fica em frente à Havan de Lorena, interior de São Paulo. O braço caiu sobre um carro no estacionamento da loja.

Através do Facebook o deputado se manifestou e disse: “A tocha já caiu! Agora foi o braço. Em breve todo o resto cairá para HONRA E GLÓRIA DO SENHOR JESUS CRISTO. NÃO BRINQUEM COM DEUS!”

Na última semana, internautas destacaram que as profecias de Daciolo estavam se cumprindo. Em discursos no Congresso Nacional, ele profetizou sobre a “queda” do ex-presidente Câmara dos Deputados Eduardo Cunha. Preso desde outubro de 2016, o político cumprirá pena de 14 anos por corrupção.

+ Por onde anda a cantora gospel Niquésia Santos? O que aconteceu depois do escândalo?

Em agosto de 2017, o Cabo Daciolo anunciou a queda de Eunício Oliveira(MDB), atual presidente do Senado.

Ele disse: “Eu quero aqui decretar a queda do governo dos ímpios. E quando eu falo isso, presidente Eunício, eu estou falando a queda do presidente Eunício, eu estou falando da queda de Vossa Excelência, para honra e glória do Senhor Jesus Cristo”.

Eunício Oliveira não conseguiu se reeleger no último dia 7 de Outubro, ficou apenas na terceira posição para o Senado no Ceará, com 16% dos votos.



Fonte: Fuxico Gospel