Conecte-se
Search

Palankin apresenta “A Voz do Rei”, primeira música de trabalho do projeto “Adorando com Palankin”

Conhecida por seu rock eletrizante e letras reflexivas, como visto nas canções “Pulsante”, “As Sepulturas se Abrirão”, “Bonecos de Plástico”, “Corre, João, Corre”, “Alice” e “Masmorra”, e também por um estilo mais voltado para a adoração nas igrejas, como “Dance em Nosso Meio”, “Teu Toque” e “Yeshua”, a banda Palankin, formada pelo casal Ana Rock e Tiago Andrade, apresenta uma nova era em sua carreira.

Com distribuição pela Onimusic, o duo lança o single “A Voz do Rei”. A música gravada ao vivo é a primeira do projeto “Adorando com Palankin”, que nasceu durante a gestação de Chloé, filha caçula do casal que também são pais de Benjamin.

– Esse projeto começou uma nova vertente dentro do Palankin que é de adoração. É focado em adoração comunitária, adoração local. A gente pensa em continuar no rock, mas a gente começou agora esse novo braço. Queríamos fazer algo que deixasse um legado de adoração para os nossos filhos pensando na igreja dos meus filhos, na igreja do amanhã e em discipular em adoração essas pessoas que vieram através do rock do Palankin porque entendemos que adoração não é um estilo musical, adoração é entrega, é um modo de vida e mostra como lidamos com o dia a dia em relação a Deus – explica Ana Rock.

Com produção de Everson Menezes, o projeto traz sete faixas, sendo quatro autorais e três versões.

– Nossos critérios para montar o repertório foram a facilidade da comunicação da mensagem, ser uma música que as pessoas vão conseguir cantar juntas e que os mais velhos e mais novos vão entender e vão poder cantar. E sempre focando na mensagem do Evangelho, em avivamento, arrependimento e transformação – resume a artista.

O projeto “Adorando com Palankin” foi todo gravado no lar do casal, em Itu, no interior de São Paulo, e contou com dois corais e toda a direção de vídeo foi feita pela equipe da Multiforme Filmes. Ana explica que o intuito de fazer tudo em casa foi uma forma de abrir e mostrar a intimidade da banda e que a adoração é algo que vai além dos palcos e dos púlpitos.

– A gente queria que fosse uma coisa mais íntima realmente e abrir para as pessoas. Foram dois corais formados por quase 40 pessoas que tiveram uma história com a banda e foram a cereja do bolo. Foi super especial trazer essa ideia de simplicidade, unidade e dentro de casa – disse a vocalista.

Sobre a canção “A Voz do Rei”, ela foi escrita por Ana Rock com a ajuda de Isaias Saad. Inicialmente, o cantor faria uma participação na faixa, mas a gravação coincidiu com o nascimento de seu primeiro filho, Joah, fruto do casamento de Saad com Vitória Eisfeld.

– A gente já tinha os versos de “A Voz do Rei” e aí um dia o Isaias Saad estava aqui em casa e queríamos compor alguma coisa juntos. Ele cantarolou a melodia do pré-refrão, me ajudou a escrever essa canção e dessa amizade nasceu “A Voz do Rei”, que mostra que o Deus Todo Poderoso é um Deus pessoal. Ele me formou e me chamou, mesmo sendo como somos, e isso nos leva à adoração e ao quebrantamento – revela Ana Rock.

“A Voz do Rei” está disponível em todas as plataformas digitais e no canal do Palankin no YouTube. No dia 07 de novembro chega a segunda faixa do projeto “Adorando com Palankin”: a canção “Seu Nome é Jesus”, que é uma versão de “His Name is Jesus”, de Jeremy Riddle.

Picture of Rafael Ramos

Rafael Ramos

Deixe sua mensagem