Pastor Andrew Brunson diz que sua prisão na Turquia foi plano de Deus

28

O pastor Andrew Brunson esteve recentemente no 25º aniversário da Bênção de Toronto, onde teve a oportunidade de testemunhar acerca dos dois anos e meio em que esteve preso na Turquia, acusado injustamente de “terrorismo” e levante contra o governo.

Na ocasião, Brunson explicou como aos poucos deixou de enxergar a detenção como um fim trágico para si mesmo, mas sim como parte dos planos de Deus para alcançar outras vidas mediante o Evangelho de Jesus Cristo.

“Satanás estava tentando destruí-lo. Ele estava tentando cortá-lo do corpo de Cristo, da comunhão, da verdade, de muitas coisas… Ele [Andrew] se sentiu isolado, mas ao mesmo tempo, em torno dele, ele tinha o corpo de Cristo espalhado por todo o mundo… na verdade, protegendo-o, embora ele se sentisse completamente sozinho”, disse Norine Brunson, esposa do pastor.

Brunson disse que quando fez um treinamento liderado por Randy Clark em 2009 pediu a Deus uma “palavra de conhecimento”, e que a resposta que vinha em sua mente era “Prepare-se para a colheita”. Inicialmente o pastor não compreendeu do que se tratava. Apenas anos de pois, já na prisão turca, ele se lembrou da revelação.

“Depois desse tempo, tudo o que fizemos: plantação de igrejas, programas de treinamento, trabalho com refugiados sírios, a casa de oração… tudo estava lançando as bases para o grande mover de Deus que está chegando à Turquia”, disse ele.

Após 25 anos vivendo na Turquia como missionário, Brunson foi preso injustamente. Apesar de já ter feito um excelente trabalho evangelístico durante esse tempo, seu ministério ganhou repercussão mundial com sua prisão, mobilizando cristão em vários países e chamando atenção para a mensagem do Evangelho.

“Se eu tivesse ido à China durante anos, nunca teria alcançado tantas pessoas. Então muitos começaram a orar pela Turquia. Uma das coisas assustadoras é que comecei a pensar: ‘Senhor, talvez eu seja mais útil para você aqui na prisão para a colheita do que eu estou fora, então você pode me manter aqui por muito tempo”, disse o pastor.

Atualmente Andrew Brunson e sua esposa já cogitam voltar para a Turquia, pois eles entendem que há pessoas para serem alcançadas através de seu ministério. “Minha prisão foi parte da nossa missão de preparar a colheita”, conclui o pastor. Com informações: Guiame.



Fonte: Gospel Mais