Conecte-se

Pastor e família morrem em acidente e são localizados após 48h

Um pastor e sua família que viajavam no último domingo, 07 de outubro, eram dados como desaparecidos após não chegarem ao destino. Na última terça-feira, 09, o carro foi encontrado em uma vala da rodovia BR-050 com três ocupantes mortos, e apenas o filho mais novo sobreviveu.

O acidente aconteceu no trecho entre as cidades de Uberlândia e Araguari, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que foi acionada após amigos e familiares reportarem o desaparecimento. Enquanto as buscas eram feitas, o filho sobrevivente conseguiu sair do carro e foi visto por um caminhoneiro, que parou para prestar socorro e acionou a empresa concessionária da rodovia.

De acordo com informações do portal G1, o pastor Alessandro Monare, 37 anos, dirigia a Igreja Batista Vista Alegre em Campinas, interior de São Paulo. Ele e sua esposa, Belkis da Silva Miguel Monare, 35 anos, e o filho mais velho do casal, Samuel da Silva Miguel Monare, de oito anos, morreram no acidente.

A família havia passado o final de semana em Rio Quente (GO), comemorando o aniversário da mãe das crianças, que tinha sido comemorado na última sexta-feira, 05 de outubro. No domingo pela manhã as vítimas informaram para parentes que retornariam para casa, mas como não chegaram a Campinas – onde o pastor Alessandro dirigiria o culto de domingo – as buscas foram iniciadas.

Amigos da família que moram em Caldas Novas se mobilizaram para tentarem rastrear o trajeto feito pela família, enquanto tentavam contato. Sem sucesso, procuraram a Polícia Rodoviária Estadual de Araguari para comunicar o desaparecimento, informando inclusive que uma busca inicial no trecho havia sido feita, mas sem localizar o veículo.

O Corpo de Bombeiros de Araguari também registrou a ocorrência e, juntamente com a concessionária MGO e polícia rodoviária, rastrearam o carro. Foi informado que o veículo havia sido visto pela última vez na manhã de domingo (7) no km 114 da LGM-223, e a partir desse último registros, várias equipes de militares iniciaram as buscas, inclusive com o uso de drones.

O insucesso na localização do carro, no entanto, não impediu que os trabalhos continuassem, e na manhã de terça a criança de 6 anos sobrevivente do acidente conseguiu chegar ao acostamento da rodovia e apontar a vala onde o carro da família caiu. Socorrido, o menino Benjamin da Silva Miguel Monare, 6 anos, foi levado para o Pronto Socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), e seu estado de saúde é estável.

A perícia da Polícia Civil esteve no local e os corpos do casal e da criança foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Araguari.

Berenice Miguel Landim da Cruz, de 33 anos, irmã de Belkis, relatou que a família se planejou para voltar a Campinas a tempo de votar no domingo e depois ir ao culto. Ela lamentou a morte da irmã, cunhado e sobrinho, mas também agradeceu pela vida de Benjamin.

“Tem um propósito na vida do Benjamin, ele foi o sobrevivente. A gente crê que a nossa vida é passageira. É dolorido, mas a gente tem que confiar e Deus, porque ele é quem sabe”, disse, resignada, em entrevista ao G1. “Só peço a Deus pra dar consolo e conforto pra nós, porque perder pessoas muito amadas e muito queridas é muito difícil. Que Deus nos ajude a cuidar do Benjamin agora”.

Pastor e família



Fonte: Gospel Mais

Deixe sua mensagem