O pastor australiano Steve Cioccolanti diz que há uma conexão direta entre o presidente Donald Trump e as luas de sangue ocorridas no nascimento e no meio do mandato do presidente americano, que para ele são sinais proféticos descritos na Bíblia.

Ele aponta que Trump nasceu em 1946 durante uma lua de sangue. E a última lua de sangue entre 20 e 21 de janeiro de 2019 ocorreu no meio do primeiro mandato do presidente americano. “Houve uma ‘Super Blue Blood Moon’ sobre Jerusalém no dia seguinte ao primeiro discurso do Estado da União de Trump”, disse.

Para Cioccolanti, que nasceu na Tailândia e se tornou cristão mesmo em uma família com misturas religiosas (budistas, católicos, metodistas e muçulmanos), isso não é coincidência. Ele diz que há um poder maior em tudo isso.

Pastor da Discover Church em Melbourne, Austrália, Cioccolanti disse em um vídeo do YouTube visto mais de um milhão de vezes, que acredita  que há conexão profética entre Trump e essas luas de sangue. Para ele, quando Deus quer confirmar algo, ele usa sinais, como a estrela de Belém, por exemplo.

Ele diz que as “luas do sangue” são mencionadas em vários lugares da Bíblia. Por exemplo, Apocalipse 6:12 fala sobre o fim dos tempos quando “a lua inteira ficou vermelha de sangue”. E Atos 2:20 cita o livro profético de Joel, dizendo: “O sol se converterá em trevas e a lua em sangue antes da vinda do grande e glorioso dia do Senhor”.

Cioccolanti diz: “Donald Trump nasceu na sexta-feira 14 de junho de 1946, e naquela noite havia uma lua de sangue, que é um termo para um eclipse lunar total. Esses eventos não prendem a nossa atenção, mas se eles acontecem, especialmente em dias de festa hebraica, os feriados bíblicos, significa que realmente precisam de atenção”.

Lua de sangue e profecias

Cioccolanti explica que a partir de 2010 até 2019 já ocorreram “10 eventos Luas de Sangue simétricos”. Ele fala sobre as chamadas Tétrades, palavra de origem grega para ‘quatro’, que são as ocorrências dos eclipses lunares sequenciais, e que recentemente aconteceram de 2014 a 2015. Para ele, “esse foi claramente o período quando Trump estava se preparando para concorrer à presidência”.

O pastor entende que esses fatos estão relacionados a profecias e que o presidente americano está envolvido nelas. “A 10ª Lua de Sangue, última da série, ocorreu no meio do primeiro mandato de Trump, na noite de 20 a 21 de janeiro de 2019”. Por ser de forma simétrica e ter caído em dias de festa judaica, o pastor acredita que “Esses fatos continuam apontando para Trump”, acredita.

Para o pastor Steve Cioccolanti, é clara a conexão entre Trump e as Luas de Sangue, e que é preciso prestar atenção e ver nesses sinais que Deus está cumprindo profecias bíblicas.

Em suas defesas dessa tese proféticas, Cioccolanti enxerga que Deus está usando o presidente americano para defender causas importantes, como os nascituros (contra o aborto), para ajudar a igreja em questões de liberdade religiosa e liberdade de expressão, além de expor o Estado Profundo.

“Trump não é perfeito. Trump não é o salvador. Mas Deus o está usando e eu não consigo pensar em nenhum cristão agora que possa fazer esse trabalho, que tenha o treinamento e a experiência que Trump tem para fazer essas coisas”, diz o pastor.



Fonte: Guia me

Radios Online de todo Brasil totalmente grátis!

Musicas, Pregações 24 horas, Mensagens, Prêmios e Muito mais…
Rádios separadas por estado, idiomas e você ainda pode selecionar as suas favoritas.

Instale agora

QUE TAL APRENDER SE DIVERTINDO GRÁTIS ???

Copyright 2019 © Gospel Planet