Pastora se enforca após culto e surpreende fiéis

Pastora Mônica Chaves

Casos de suicídio entre líderes evangélicos estão se tornando cada vez mais frequentes e tem alertado o mundo gospel para os perigos de uma doença silenciosa que a cada dia tem acometido principalmente pastores e líderes.

Mais um caso de suicídio foi registrado na última quinta-feira (27), na cidade de São José do Rio Preto, em São Paulo. Uma pastora conhecida por Mônica Chaves, acabou tirando sua própria vida em um ato de desespero.

Pastora Mônica Chaves

+ Cantora gospel Vanilda Bordieri insinua pausa na carreira e confunde seguidores 

Mônica estava enfrentando uma forte depressão, e terminou se enforcando dentro do banheiro da sua casa. No ano de 2018 vários casos de suicídios de líderes religiosos foram registrados no Brasil e no mundo.

A pastora Mônica Chaves tinha apenas 36 anos, amigos e familiares lamentaram a sua morte precoce. A página da ONG Anjos Sem Asas no Facebook lamentou a morte da pastora e prestou solidariedade à família.

Nenhuma informação sobre velório e sepultamento foram divulgados pelos parentes e amigos da pastora, e nem a qual ministério ela pertencia.

+ Reuel Bernadino é humilhado e traído pelos que lhe beijavam a mão

O mundo gospel lamenta pelos vários casos de suicídio entre pastores ocorridos em 2018. Líderes evangélicos estão organizando um grande clamor em todo Brasil para que em 2019 a realidade seja bem diferente.

Bomba: Pastor é acusado de se relacionar com mulheres de outros pastores

Pastor Jânio Lemos (Reprodução)

Pastor Jânio Lemos (Reprodução)

O pastor Jânio Lemos, se envolveu em uma polêmica após ser desmascarado, enquanto cumpria uma de suas agendas. O pastor pertenceria a Igreja Evangélica Assembleia de Deus, no estado de Pernambuco.

O líder religioso, é acusado de “dar em cima” das mulheres de outros pastores, e ter relações sexuais com as mesmas. A acusação é feita por um outro pastor, conhecido como Marcos do Ceará, que havia convidado ele para pregar em sua igreja.

+ Mattos Nascimento quebra o silêncio após 30 anos e faz revelação

A revolta do pastor é tão grande que ele não se preocupou em se expor. Para ele o melhor a se fazer é desmascarar. “Povo de Deus, esse homem é o pastor pregador Jânio lemos. Esse homem anda pregando em todo canto no ceará e anda dizendo que é pregador do templo central. Esse cara é um prostituto. Por onde ele passa, ele com# as mulheres dos pastores. E transa com as mulheres da igreja! Trouxe ele aqui na minha igreja, e ele com#@ minha mulher. Esse vagabundo é um prostituto pilantra. Traiu a mulher dele la em Pernambuco, ai veio pro Ceará arrumou outra coitada conhecida como Andréia Lemos, e vive traindo ela. Mas ela sabe de tudo”, declarou Marcos do Ceará, revoltado.

Segundo o pastor Marcos, Jânio, por um mistério que ainda não foi esclarecido, conseguiu fazer com que sua esposa caísse na tentação oferecida por ele.

+ Seis pastores que se suicidaram em 2018 e você não sabia

Confira uma das conversas obscenas estimuladas por Jânio:



Fonte: Fuxico Gospel