Polícia turca invade igreja durante cerimônia de batismo

15

A polícia turca interrompeu uma cerimônia de batismo na cidade de Bolu enquanto conduzia uma batida contra uma igreja formada por requerentes de asilo cristãos iranianos.

O incidente foi verificado por Hristiyan Haber em 28 de maio, que é o braço da Associação de Igrejas Protestantes na Turquia, mas o incidente ocorreu em 21 de março.

O Departamento de Polícia Provincial de Bolu invadiu a igreja porque não era autorizada. A polícia permitiu que a cerimônia de batismo fosse concluída antes de selar a igreja. No entanto, eles gravaram todas as partes da igreja com uma câmera. Os cristãos iranianos estão atualmente pedindo que as autoridades reabram a igreja, mas nenhum progresso foi feito.

A Turquia não tem um caminho para a legalização de igrejas. Muitos são obrigados a se registrar como fundação ou associação, e a maioria, mesmo assim, não poderá abrir um prédio da igreja. Por esta razão, muitos como a igreja em Bolu são obrigados a existir em prédios de apartamentos.

É comum os cristãos denunciarem o assédio e a intimidação pela polícia que monitora seus serviços religiosos. Para os cristãos iranianos, eles são frequentemente desafiados, pois, como solicitantes de asilo, eles geralmente são alojados em áreas extremamente islâmicas que não querem uma presença cristã.

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Nenhum spam garantido



Fonte: Portal Padom