Que Nosso Maior Desejo Seja Agradar-lhe – Série: Segredos de Uma Vida Bem-Sucedida

19

[ad_1]

Que Nosso Maior Desejo Seja Agradar-lhe - Série: Segredos de Uma Vida Bem-Sucedida

Texto: “Porém, acima de tudo, o que nós queremos é agradar o Senhor” (2 Coríntios 5:9 NTLH)

Introdução: O objetivo constante de todos que realmente conhecem o Senhor deve ser agradar-lhe – observe João 8:29 e compare João 13:16. Poderia alguém, em algum lugar, ter um desejo maior do que esse? É seu desejo agradar a ele? – Pois aqui, certamente, está o segredo da vida bem sucedida.

Nesta série, estamos considerando dez desses “segredos”, mas pode-se dizer com razão que todos os dez são resumidos no tema deste sermão. Não há nada maior do que viver dia a dia uma vida que seja agradável ao Senhor. Veja o que o Espírito Santo registrou sobre Enoque – Gênesis 5:22-24 e Hebreus 11:5. Ao longo dos séculos, houve homens e mulheres cujo desejo supremo foi agradar a Deus.

A maioria das pessoas hoje se empenha em agradar a si mesma – compare Juízes 17:6; 1 Coríntios 10:5; e 2 Timóteo 3:4; mas há aqueles que estão procurando cumprir as condições de Deus de uma vida que é agradável a Ele.

1. Quais São as Condições Para Agradar a Deus?

A. Nós devemos nascer de novo. Examine Romanos 8:8 e compare com João 3:5. Todo homem e toda mulher são “controlados pela natureza pecaminosa” e, enquanto estamos “vivendo segundo a natureza pecaminosa” (Romanos 8:5), nunca podemos agradar a Deus. A primeira necessidade, portanto, é nascer de novo, de modo que sejamos “controlados não pela natureza pecaminosa, mas pelo Espírito” (Romanos 8:9).

B. Devemos nos separar de todas as coisas pecaminosas e duvidosas. Quando nascemos de novo, nos tornamos filhos de Deus (1 João 3:1); mas a vida cristã é uma guerra e nós somos soldados – observe 2 Timóteo 2:3-4. As vidas dos cristãos mundanos estão cheias de coisas pecaminosas e dificultadoras, mas aqueles que desejam agradá-Lo se desvinculam das coisas que os impedem em sua vida cristã.

C. Devemos dedicar nossas vidas a ele. Examine Romanos 12:1 e observe as palavras “santo e agradável a Deus”. A separação das coisas pecaminosas e duvidosas é negativa, mas a dedicação de nós mesmos ao Senhor é positiva. Você já apresentou seu corpo ao Senhor? Você entregou a Ele as “partes” do seu corpo (Romanos 6:13) – suas mãos, pés, olhos, orelhas, lábios … em outras palavras – você mesmo?

D. Devemos ser boas testemunhas. Deus colocou confiança em nós em relação ao evangelho, e que sagrado é a confiança! O evangelho é para todos, e todo o nosso negócio é torná-lo conhecido – observe 1 Tessalonicenses 2:4. Observe que Paulo diz: “… nós falamos…” Falamos? Talvez precisemos orar a oração do salmista para agradá-lo – veja o Salmo 51:15. Os crentes que testemunham a graça e o poder do Senhor, por vidas que são consistentes e por lábios que estão prontos para falar por Ele, são agradáveis ​​ao Senhor.

E. Devemos ser obedientes. Olhe para Colossenses 3:20. Se é bem agradável aos pais terrenos quando os filhos os obedecem, quanto mais deve agradar ao Senhor quando Seus filhos O ​​obedecem? A obediência é muito importante – observe 1 Samuel 15:22 e compare com João 2:5; 14:15; e Atos 9:6.

F. Nós devemos ter fé em Deus. Em Hebreus 11:6 nos é dito que, a menos que tenhamos confiança em Deus, não podemos agradá-Lo. Graças a Deus, podemos confiar nEle – não apenas para o perdão (1 João 1:9), mas para alimentar (Salmo 34:10); não apenas para a salvação (Atos 4:12), mas para suprir todas as nossas necessidades (Filipenses 4:19)!

G. Devemos ser grandes de coração. Olhe para Hebreus 13:16. Uma tradução traduz: “Mas não vos esqueçais de fazer o bem” – cheio de amor, simpatia, compreensão, prontidão para ajudar, encorajamento, altruísmo – compare Romanos 12:13 e Gálatas 6:6. Esta é a vida cristã bem sucedida em ação!

2. Quais São os Resultados de Agradar a Deus?

O resultado mais maravilhoso é que, se fizermos com que o nosso maior desejo seja agradar a Ele, teremos o Seu sorriso sobre a nossa vida – compare João 8:29 e Mateus 3:17. O Senhor Jesus é o Filho de Deus em um sentido único; mas todo cristão é um filho de Deus pela fé Nele (Gálatas 3:26). Quão maravilhoso é ter o sorriso de Deus em nossa vida! Existem três resultados práticos de agradar a Deus:

A. Respostas à oração. Examine 1 João 3:21-22 e observe por que estamos tão certos de que Deus ouvirá e responderá à nossa oração. Observe também a palavra “qualquer coisa”, pois isso abrange todas as nossas necessidades. Essa promessa é muito desafiadora, pois ela não apenas nos diz o caminho para que nossa oração seja respondida, mas explica por que algumas de nossas orações não são respondidas!

B. Inimigos em paz. Há uma promessa maravilhosa em Provérbios 16:7; e note novamente que a bênção prometida está condicionada a sermos agradáveis ​​à Sua vista – veja Romanos 12:17-21. Pode ser que, em matéria de relacionamentos humanos, você precise provar o Senhor nesses versículos!

C. Poder de superação especial. Em Eclesiastes 7:26, uma tentação especial é mencionada; mas se a libertação é prometida deste mal, certamente é prometido de todo mal – veja 1 Coríntios 10:13, e compare 2 Timóteo 4:18.

3. Quais São os Motivos Que Devem Nos Motivar a Agradá-lo?

A. Até mesmo o Senhor não agradou a si mesmo (Romanos 15:3).
B. Só assim podemos glorificá-lo (1 Coríntios 10:31).
C. O Tribunal de Cristo (Romanos 14:10; 1 Coríntios 3:13).

Mas não deixe de anotar isso: não podemos agradá-Lo com nossas próprias forças – veja Filipenses 2:13!

[ad_2]

Fonte: Esboço de Sermões