Reação de menina que orava para ser adotada emociona as redes sociais

A reação emocionante de uma garotinha de 10 anos quando soube que ela e seus irmãos seriam adotados viralizou nas redes sociais. O momento foi registrado por seus pais adotivos, Daniel e Paige Zezulka, da Geórgia, nos Estados Unidos.

As imagens mostram Ivey abrindo uma caixa de presente de aniversário. “Eu quero que você leia”, Daniel pede a ela. A garota lê uma mensagem dentro da caixa e pergunta: “Eu vou ser adotada?”

No mesmo instante, ela foi tomada pela emoção e abraçada por seus novos pais, que são cristãos, e reforçaram por diversas vezes o quanto a amam.

O vídeo foi publicado por Paige no Facebook na última sexta-feira (24) e já conta com quase 9 milhões de visualizações até o momento. Além de Ivey, o casal também adotou seu irmão Kai, de 3 anos e sua irmã Lita, 2 anos.

“Ela estava orando para ser adotada e descobrimos em seu aniversário que isso ia acontecer. Então, no dia seguinte, demos a ela essa caixa surpresa. O tempo de Deus foi perfeito!”, disse Paige na legenda das imagens.

Paige conta que as crianças passaram 1.128 dias em um orfanato — foram mais de três anos. “É tão difícil para as crianças viverem nessa incerteza. A adoção é incrível e queremos que os outros saibam que adotar crianças mais velhas e grupos de irmãos pode ser a mais bela aventura que você pode ter”, ela incentiva.

Caminho para a adoção

A jornada para se tornarem pais dos três irmãos começou quando Daniel e Paige conheceram Kai, com então 5 meses de idade. O casal não sabia que ele tinha uma irmã mais velha, Ivey — que na época estava morando com outro casal — e que a mãe biológica estava grávida de outro bebê, Lita.


Daniel e Paige Zezulka com os filhos adotados Lita, 2, Kai, 3 e Ivey, 10. (Foto: Arquivo pessoal)

Em 2016, Daniel e Paige foram questionados sobre a adoção de Kai e Ivey. Eles já tinham passado tempo com a garota em passeios organizados pelo orfanato. “A partir do momento em que a conhecemos, nós a amamos”, disseram no programa de TV Good Morning America.

Então Paige foi questionada se o casal poderia criar Lita, que tinha apenas algumas semanas de idade. “Eu disse ‘sim’ sem perguntar ao meu marido. Eu sabia que ele teria dito sim de qualquer maneira”, contou Paige.

Nessa fase de transição, Daniel e Paige estavam preparados para um momento difícil de adaptação dos três irmãos no novo lar. No entanto, eles foram surpreendidos. “Deus foi incrível. Na primeira noite em que ela se mudou, ela perguntou se poderia nos chamar de mãe e pai. No segundo dia, ela perguntou se poderia ficar para sempre”, conta a mãe.

“Ivey é tão maravilhosa e especial, fomos muito abençoados por ter ela como nossa filha. Às vezes as pessoas têm medo de adotar crianças mais velhas, pois acham que elas podem estar ‘degeneradas’. Eu sou muito grata”, destacou Paige.



Fonte: Guia me