Rick Warren diz que o crescimento rápido da igreja pode ser um “câncer”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Considerado um dos escritores evangélicos de maior sucesso no mundo, o pastor Rick Warren, da Igreja de Saddleback, na Califórnia, manifestou preocupação sobre o crescimento rápido de algumas igrejas, explicando como isto pode ser o sinal de um “câncer” nesse meio.

Warren entende que o crescimento vertiginoso muitas vezes é sinal de uma euforia passageira, que com o passar do tempo se esgota e provoca o afastamento de Deus. Geralmente tais situações são provocadas por ensinos motivacionais, errados à luz da Bíblia, e atrativos que não apontam para o Evangelho.

“Eu não estou realmente impressionado com ministérios que crescem rápido. O rápido crescimento pode ser um câncer”, disse o pastor na cerimônia de Encerramento do Proclaim 19, a Convenção Internacional de Mídia Cristã da NRB em Anaheim, Califórnia, no mês passado.

“O que me interessa é o longo prazo, pessoas que consistentemente servem a Jesus Cristo ano após ano”, destacou, segundo o Christian Post. “Estou interessado em terminar bem e quero que você termine bem. Seu ministério é importante para Deus. Importa para o Reino”.

Warren sugere que alguns ministérios fracassam porque com o passar do tempo seus líderes perdem suas raízes. Eles se voltam para outras atividades e também para si mesmos, confiando em suas forças e iniciativas pessoais, se esquecendo que dependem exclusivamente de Deus.

“Tudo em seu ministério flui do amor de Deus, da misericórdia de Deus, da graça de Deus. O problema é que podemos ficar tão ocupados trabalhando para Deus que esquecemos o quanto Deus nos ama”, disse ele.

“Seu primeiro propósito na vida não é amar a Deus. Seu primeiro propósito na vida é deixar que Deus ame você. A Bíblia diz que você foi criado como um objeto do amor de Deus”, completa.

A importância da autenticidade

Outro ponto destacado por Rick Warren é a importância da transparência no ministério. Ele ensina que o pastor deve ser completamente autêntico consigo mesmo, porque isso faz parte do seu relacionamento com Deus, mas também com o próximo, seus irmãos e ovelhas em Cristo.

“Se você for ser usado por Deus, se for eficaz para Deus, se vai durar no ministério, você tem que ser autêntico, você tem que ser genuíno, você tem que ser você mesmo. Você precisa manter isso verdadeiramente”, disse ele.

“Quando você chegar no Céu, Deus não vai dizer: ‘Por que você não era mais como Billy Graham?’ A razão pela qual tentamos fingir é porque tentamos agradar a todos. Somente um tolo tentaria fazer o que nem Deus pode fazer. Nem Deus agradou a todos”, ensina.

Por fim, o pastor Warren ressalta que o ministério não é sobre os humanos, o líder ou pastor, mas exclusivamente sobre Cristo. Tudo precisa ser voltado para Ele, de modo que o ser humano saia do centro das atenções e volte toda a sua vida para cumprir a vontade do Senhor.

“Toda vez que você se esquece desse princípio e se esquece de que não é sobre você, ou você vai ficar com medo ou vai ficar orgulhoso ou vai ficar amargo no ministério”, conclui o pastor.



Fonte: Gospel Mais

Administrador

Administrador

Deixe sua mensagem

ouça a melhor rádio do brasil no seu celular

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet