Secretário dos EUA diz que Trump pode ter sido enviado para salvar Israel

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Os acontecimentos geopolíticos da atualidade não passam despercebidos aos olhos de quem interpreta o mundo à luz da Bíblia. Essa verdade pode ser exemplificada com as declarações do Secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, em uma entrevista recente para uma emissora cristã.

Em visita a Israel, Pompeu foi questionado pelo entrevistador Chris Mitchell, da Christian Broadcasting Network, se ele acreditava que o presidente americano, Donald Trump, teria sido levantado por Deus, assim como foi a Rainha Ester no passado, para proteger os judeus.

“Judeus em todo o mundo e aqui em Jerusalém estão falando sobre o fato de que Ester há 2.500 anos salvou o povo judeu com a ajuda de Deus de Hamã”, afirmou Mitchell. “E agora, 2.500 anos depois, há um novo Haman aqui no Oriente Médio que quer erradicar o povo judeu, assim como Hamã: o estado do Irã”.

“Poderia ser que o presidente Trump agora tenha sido levantado em um tempo como este, assim como a rainha Ester, para ajudar a salvar o povo judeu da ameaça iraniana?”, perguntou o entrevistador.

Pompeo não titubeou em sua resposta, embora tenha se posicionado de forma cautelosa, confirmando a associação histórico-teológica e política com os recentes acontecimentos entre Estados Unidos, Irã e Israel.

“Como cristão, certamente acredito que isso é possível”, disse Pompeo, destacando como o governo Trump tem atuado desde o início do seu governo em favor da democracia israelense.

“Podemos ver a notável história da fé neste lugar e o trabalho do nosso governo para se certificar de que esta democracia irá permanecer no Oriente Médio. Estou confiante de que o Senhor está trabalhando aqui”, disse ele.

Mike Pompeo também protagonizou algo histórico. Ele foi a primeira autoridade de governo americana a visitar o Muro das Lamentações na companhia de uma autoridade israelense, neste caso, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. A visita ocorreu na última quinta-feira (21).

O gesto simbólico é uma declaração para o mundo de que os Estados Unidos reconhecem a soberania de Israel sobre a região, onde fica localizado o Monte do Templo, considerado sagrado, também, para os muçulmanos, segundo informações do Times of Israel.

“Acho simbólico que um alto funcionário americano vá para lá com um primeiro-ministro de Israel. É um lugar que é importante para muitas religiões e estou ansioso por isso. Eu acho que vai ser muito especial”, disse Pomeo antes da visita ao Monte.



Fonte: Gospel Mais

Deixe sua mensagem

CENTENAS DE RÁDIOS DE TODO BRASIL NO SEU CELULAR

Portal de comunicação com foco na informação e divulgação de costumes cristãos

Copyright 2021 © Gospel Planet