Conecte-se

Silas Magalhães une trap e pagode em seu novo single “Fim de Tarde”

Com 11 anos de carreira, o cantor Silas Magalhães revisita sua trajetória em seu novo projeto pela Sony Music Gospel. Mantendo a sonoridade do trap em seus trabalhos, o artista lança a canção “Fim de Tarde” nesta sexta-feira (02).

– “Fim de Tarde” nasceu há um ano quando eu peguei Covid-19 e tive que ficar em casa. Numa daquelas tardes, fui orar na janela, num cair da tarde lindo, vi umas crianças empinando pipa e me lembrei dos meus tempos de criança no bairro onde eu nasci. A música traz uma reflexão de nostalgia, de como durante todo o tempo da minha vida Deus se fez presente através do cuidado pela minha família e por mim, nos momentos de conquista e de derrota – relata o músico.

Além de ter escrito a música, Silas Magalhães também é responsável pela produção que une o trap com o pagode, marcado pela sonoridade do cavaquinho. O cantor também é responsável pelo roteiro e edição do clipe que está disponível em seu canal no YouTube. A direção repete a dobradinha de Tico Materazzo, que já trabalhou com Silas em outros clipes que somam mais de 800 mil visualizações.

– De longe, esse foi o clipe mais difícil de fazer. Foram envolvidas pessoas para compor o elenco e remontar os principais momentos da minha infância, adolescência, até a vida adulta. Acho que o mais desafiador foi ter que colocar 21 anos de vivência em dois minutos de música. Roteirizei prezando por contar, mesmo que de forma resumida, cada momento da minha vida, desde os momentos de brincadeira com minha falecida avó, como na época que fui chamado para o Programa Raul Gil e quando conheci minha esposa – resume Silas Magalhães.

Outro desafio para a produção de “Fim de Tarde” foi selecionar o elenco do clipe que interpretou as suas diferentes fases de vida.

– O Phietro foi o responsável por me representar na idade de cinco anos. A personalidade dele se assemelha muito à minha nessa idade, descontraído, brincalhão. Ele contracenou com a Judite, uma senhora que se parece muito com a minha avó e ainda por cima é um ser humano incrível. O Samuel foi responsável pela atuação de mim aos dez anos, junto com a Bianca que representou minha esposa, Thais, naquela idade que nos conhecemos. Na verdade nenhum deles são atores, são conhecidos meus da igreja, mas representaram muito bem, e entraram de fato no papel – detalha.

De acordo com Silas, os mais atentos poderão captar vários easter-eggs de sua carreira ao longo do clipe. Com quatro singles lançados pela Sony Music – “E Fé”, “Labirinto” (collab com Orelhv), “Modo Avião” e “Fim de Tarde”, Silas Magalhães agora se prepara para o lançamento de seu álbum que trará mais faixas inéditas.

Rafael Ramos

Rafael Ramos

Deixe sua mensagem