Sobrevivente da tragédia em Brumadinho reconhece que foi salvo por Jesus

Muitas pessoas afetadas pela tragédia em Brumadinho (MG) têm reconhecido um milagre em sua sobrevivência. Um deles é o operador mantenedor mecânico da Vale, Marco Antônio Ribeiro, que conseguiu escapar do mar de lama formado após o rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão.

No momento em que a barragem se rompeu, Marco Antônio, 39 anos, tinha acabado de almoçar e estava em um quiosque, bem próximo ao refeitório que foi completamente destruído pela lama. Ele ouviu um “barulho de mar” e viu uma pessoa correndo.   

“Nisso outras quatro [pessoas] que estavam comigo também começaram a correr”, contou ao jornal O Tempo. Nesse momento, Marco Antônio lembra que todos correram em direção à portaria, para tentar se salvar. Na corrida, ele chegou a cair por pelo menos duas vezes.

“Na segunda vez, eu levantei e eu olhei para um amigo que também tinha caído. Ele tentava levantar, mas desanimou. Foi quando olhei para trás e a lama estava parada. Eu creio que Jesus parou a lama para mim”, destacou.  

Nos instantes seguintes, Marco Antônio sentiu ânimo para correr quando ouviu alguém gritando: “Caminhonete, corre!”. Sem olhar para trás, ele correu em direção ao veículo que estava estacionado próximo à portaria. Ao se aproximar, deu um salto e ficou pendurado com metade do corpo dentro da carroceria e as pernas para o lado de fora.

“Eu saí pendurado na caminhonete, segurando a perna de uma pessoa. Passamos em quebra mola correndo, desesperados. Eu contando agora parece que foi fácil, mas foram questões de segundos. Foi um milagre”, observa o funcionário.   

A caminhonete transportou cerca de 12 pessoas e só parou em um local que o grupo considerou seguro. “Lá eu tentei acalmar os ânimos das pessoas. Tinha gente querendo ir embora, ver os filhos e eu pedia calma. Nisso todo mundo fez uma roda e fizemos uma oração com todo mundo no mesmo propósito: agradecer a Deus pela vida”, relata Marco Antônio. “Deus fez tudo perfeito para que a gente fosse salvo”.

O trabalho de buscas por vítimas da tragédia em Brumadinho entra no 11º dia nesta segunda-feira (3). O trabalho de resgate começou com atrasos por conta da chuva que atinge a cidade.

Segundo o último balanço divulgado pelas autoridades, há 121 pessoas mortas e 205 desaparecidas. Outras 192 foram resgatadas e 395 foram localizadas após o rompimento da barragem da Vale, que aconteceu em 25 de janeiro.



Fonte: Guia me