Terrorista ataca pastor, mas se converte após filho ter visão de Jesus

Depois de ministrar em uma igreja em Bangladesh, o pastor Peter Haneef e sua família foram atacados por radicais islâmicos no meio da noite, no local onde estavam hospedados.

O pastor chegou no hospital inconsciente, devido a perda de sangue e as fraturas causadas pelas pancadas, e foi submetido a uma cirurgia. Enquanto isso, os cristãos se reuniram para uma vigília de oração pela noite toda em favor de Peter e sua família.

Enquanto isso, o homem que liderou o ataque ao pastor, Khani*, começou a se deparar com algumas surpresas. Seu filho de 16 anos sonhou que um cordeiro entrava em sua casa, mas quase foi morto a facadas por seu pai e escapou ferido. Em seguida, o cordeiro ferido lutou contra gigantes que pretendiam destruir a família do terrorista.

Quando o sonho terminou, o filho de Khani começou a pedir desesperadamente ao pai para recuperar o cordeiro. Com o passar das horas o garoto teve febre e suas pernas foram paralisadas dentro de dois dias. O imame visitou o menino para fazer uma reza, mas nada mudou.

Duas mulheres, que frequentavam a igreja subterrânea, visitaram o rapaz no hospital e explicaram à mãe que sua doença poderia ser resultado do que fizeram com o pastor. Desesperada, a mulher convenceu Khani a procurar o pastor.

“Eles são pessoas muito amorosas. Eles ensinam o amor de Deus e nunca ficam com raiva. Se você ir lá, eles orarão por seu filho e ele será curado”, asseguraram as duas mulheres.

Arrependimento

Em poucos segundos, Khani deixou o hospital e foi até local do ataque. No momento, vários membros da igreja estavam reunidos para orar junto com o pastor John Asghar e foram tomados pelo medo.

Khani soube que o pastor Peter estava passando por uma cirurgia e explodiu em lágrimas, pedindo perdão a todos. Depois de receber uma oração dos cristãos, o pastor John contou seu testemunho de conversão do Islã ao cristianismo. “Se você aceitar Jesus como seu salvador, Ele certamente salvará você e sua família do pecado e da morte”, explicou.

Mesmo sem estar totalmente convencido, Khani foi com o pastor e três cristãos para visitar o menino no hospital. Quando oraram pelo garoto, suas pernas começaram a tremer intensamente e ele abriu os olhos.

“O cordeiro veio a mim novamente e me lavou com o sangue que saía de suas feridas. Depois disso, ele se transformou em um homem e me disse que é Jesus Cristo, que foi crucificado e ressuscitou dos mortos para minha salvação. Ele me pediu para crer nele e desapareceu”, contou o menino.

Khani ficou perplexo e, chorando, abraçou o pastor John e se entregou a Jesus.

Novo testemunho

Três dias depois da cura de seu filho, Khani e sua família foram ao culto na igreja do pastor Peter e compartilhou seu testemunho. Quando a reunião terminou, ele e sua família foram até o hospital para pedir perdão ao pastor. Durante o encontro, Peter convidou o ex-terrorista para sentar ao seu lado e orou por ele.

*Nome fictício por razões de segurança.



Fonte: Gospel Geral