“Toda maldição do 13 vai cair por terra” diz padre durante missa

Pastor Peterson Willian Fontes

Um vídeo polêmico vem sendo compartilhado aos milhares em grupos de WhatApp, e gerado muita discussão. Trata-se de um padre que durante a missa expressa sua antipatia ao PT e diz: “toda maldição do 13 irá cair por terra”.

O vídeo foi gravado durante um acampamento que aconteceu no último final de semana, até o momento o padre não foi identificado, mas sua atitude tem chamado a atenção e divido as opiniões dos internautas. O vídeo foi filmado e compartilhado por um dos fieis que estava no local, e nele mostra um ginásio lotado aplaudindo o padre e apoiando o seu discurso.

+ Urgente: Residência de pastor da assembleia de Deus é metralhada após ele declarar apoio a Bolsonaro

algumas pessoas alegam que não pode misturar política com religião, e condenaram a atitude do religioso, enquanto muitos fieis apoiam e elogiam o posicionamento do padre.

Grande maioria dos líderes evangélicos fazem questão de mostrar que estão apoiando o presidenciável Jair Bolsonaro, e tentam influenciar seus seguidores nas redes sociais.

+ Urgente: Cantora gospel Priscilla Alcantara se assusta com fogo no palco. Assista!

No caso da Igreja Católica são poucos os líderes que se posicionam politicamente, a grande parte dos religiosos e padres famosos se mantém neutros e não se manifestam-se sobre o assunto.

O vídeo do religioso continua circulando e sendo compartilhado, e até o momento nenhum líder da igreja se manifestou sobre o assunto.

+ Cantor gospel J. Neto fica “irreconhecível” após suposto abuso de álcool

Assista ao vídeo.

Pastor preso em flagrante, abriu “buracos” em banheiros químicos para espiar mulheres

Pastor Peterson Willian Fontes

pastor Peterson Willian Fontes, 41 anos, foi preso no último domingo (14), em flagrante, suspeito de abrir buracos em banheiros químicos para espiar mulheres.

O caso aconteceu na cidade de Brasilia (DF), em um parque bastante frequentado. As informações apontam que o líder evangélico portava uma lâmina de serra, maçarico e fluido para isqueiros. O equipamento era usado para abrir uma fresta nos banheiros químicos, e praticar o ato libidinoso.

O pastor acabou preso e levado para a 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), onde foi ouvido e omitiu o fato de ser pastor evangélico.

Após uma breve pesquisa nas redes sociais, foi constatado que se tratava de um líder religioso. Lá [nas redes sociais] Petersson se apresenta como: “Bispo do Ministério Atraindo as Nações ao Altar de Deus – DF, radialista , escritor e apaixonado por Jesus Cristo”.

Se condenado, o pastor pode pegar de um a quatro anos de prisão.



Fonte: Fuxico Gospel